Porto Alegre, sexta-feira, 18 de junho de 2021.
Porto Alegre,
sexta-feira, 18 de junho de 2021.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

governo federal

- Publicada em 14h50min, 18/06/2021.

Bolsonaro volta a reconhecer problema de inflação e elogia esforço do agricultor

Presidente afirmou que sem a agricultura 'teríamos desabastecimento, que é muito pior'

Presidente afirmou que sem a agricultura 'teríamos desabastecimento, que é muito pior'


EVARISTO SA / AFP/JC
O presidente da República, Jair Bolsonaro, afirmou nesta sexta-feira (18) que o esforço dos agricultores brasileiros evitou desabastecimento de alimentos durante a pandemia e voltou a reconhecer o aumento da inflação.
O presidente da República, Jair Bolsonaro, afirmou nesta sexta-feira (18) que o esforço dos agricultores brasileiros evitou desabastecimento de alimentos durante a pandemia e voltou a reconhecer o aumento da inflação.
"Temos problemas de inflação? Temos. Mas, se o homem do campo não tivesse trabalhado, teríamos desabastecimento, que é muito pior", disse em cerimônia de entrega de títulos de propriedade rural em Marabá, no Pará.
Ele recebeu honrarias concedidas por câmaras municipais da região e renovou os ataques ao Movimento dos Trabalhadores Sem Terra (MST), responsável, na visão dele, por "atos nefastos" que ameaçam o direito à propriedade. "O homem só pode produzir se tiver segurança naquilo em que trabalha. E esses títulos hoje distribuídos aqui são um direito de vocês."
Em seu discurso, ele ressaltou o auxílio emergencial, que, segundo ele, custou R$ 300 bilhões aos cofres públicos. "Isso equivale a dez anos de Bolsa Família", disse aos presentes.

Aglomeração

Bolsonaro provocou aglomeração em sua chegada ao Aeroporto de Marabá, onde, sem máscara, cumprimentou apoiadores com abraços e apertos de mão. O pastor Silas Malafaia, que participará nesta sexta do culto de comemoração dos 110 anos da Assembleia de Deus em Belém com o presidente, integrava a comitiva, assim como o deputado federal Marco Feliciano (Republicanos-SP).
Estiveram presentes também os ministros da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, e da Agricultura, Tereza Cristina, além do presidente da Caixa, Pedro Guimarães, do senador Zequinha Marinho (PSC-PA) e dos deputados federais Éder Mauro (PSD-PA) e Joaquim Passarinho (PSD-PA).
 
Agência Estado
Comentários CORRIGIR TEXTO
Conteúdo Publicitário