Porto Alegre, terça-feira, 08 de junho de 2021.
Dia do Citricultor.
Porto Alegre,
terça-feira, 08 de junho de 2021.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Assembleia Legislativa

- Publicada em 20h27min, 07/06/2021.

Denúncia de improbidade contra deputado Ruy Irigaray é arquivada

Ruy Irigaray comandou a Sedetur

Ruy Irigaray comandou a Sedetur


/Assembleia Legislativa do RS/Divulgação/JC
A Subchefia de Ética, Controle Público e Transparência da Casa Civil do governo do Estado arquivou, por falta de provas, nesta segunda-feira (7), o processo administrativo contra o deputado estadual Ruy Irigaray (PSL), quando tinha exercido as funções de secretário do Desenvolvimento Econômico e Turismo (Sedetur). A denúncia que apontava irregularidades na gestão de Irigaray, quando comandou a pasta, baseada na gravação de uma conversa sem conhecimento dele, que não tinha ciência de que estava sendo gravado. O CD que continha a gravação, foi entregue por um denunciante, que preferiu permanecer no anonimato, direto na Subchefia de Ética, Controle Público e Transparência da Casa Civil. O parecer pelo arquivamento da denúncia foi assinado por três procuradores da Procuradoria-Geral do Estado (PGE), demonstrando a unanimidade da decisão. Sobre o caso, o deputado Ruy Irigaray reitera que "esse arquivamento demonstra que a denúncia foi premeditada e montada. O intuito foi de atacar a minha honra, com interesses políticos e econômicos". Destaca Irigaray que a "gestão na Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Turismo foi correta e transparente, com uma atuação voltada para o incremeto do desenvolvimento econômico e turístico do Estado". Conforme o parlamentar, "serão encaminhadas medidas judiciais cabíveis e será dado um encaminhamento ao Ministério Público e Polícia Civil para apurar responsabilidades pela falsa comunicação de crime". 
A Subchefia de Ética, Controle Público e Transparência da Casa Civil do governo do Estado arquivou, por falta de provas, nesta segunda-feira (7), o processo administrativo contra o deputado estadual Ruy Irigaray (PSL), quando tinha exercido as funções de secretário do Desenvolvimento Econômico e Turismo (Sedetur). A denúncia que apontava irregularidades na gestão de Irigaray, quando comandou a pasta, baseada na gravação de uma conversa sem conhecimento dele, que não tinha ciência de que estava sendo gravado. O CD que continha a gravação, foi entregue por um denunciante, que preferiu permanecer no anonimato, direto na Subchefia de Ética, Controle Público e Transparência da Casa Civil. O parecer pelo arquivamento da denúncia foi assinado por três procuradores da Procuradoria-Geral do Estado (PGE), demonstrando a unanimidade da decisão. Sobre o caso, o deputado Ruy Irigaray reitera que "esse arquivamento demonstra que a denúncia foi premeditada e montada. O intuito foi de atacar a minha honra, com interesses políticos e econômicos". Destaca Irigaray que a "gestão na Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Turismo foi correta e transparente, com uma atuação voltada para o incremeto do desenvolvimento econômico e turístico do Estado". Conforme o parlamentar, "serão encaminhadas medidas judiciais cabíveis e será dado um encaminhamento ao Ministério Público e Polícia Civil para apurar responsabilidades pela falsa comunicação de crime". 
 
Comentários CORRIGIR TEXTO
Conteúdo Publicitário