Porto Alegre, quinta-feira, 24 de dezembro de 2020.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
quinta-feira, 24 de dezembro de 2020.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Miami

- Publicada em 17h41min, 24/12/2020.

Doria pede desculpas e reconhece erro de viagem a Miami

Doria diz que viagem foi planejada para participar de conferências na Flórida

Doria diz que viagem foi planejada para participar de conferências na Flórida


TWITTER/REPRODUÇÃO/JC
O governador do Estado de São Paulo, João Doria (PSDB), foi às redes sociais se desculpar pela viagem que fez a Miami, nos Estados Unidos, após o anúncio de aumento nas medidas de distanciamento social, colocando todo o estado na fase vermelha, a mais restritiva, durante o Natal e o Ano Novo. Numa mensagem de vídeo, Doria diz reconhecer o erro pela viagem.
O governador do Estado de São Paulo, João Doria (PSDB), foi às redes sociais se desculpar pela viagem que fez a Miami, nos Estados Unidos, após o anúncio de aumento nas medidas de distanciamento social, colocando todo o estado na fase vermelha, a mais restritiva, durante o Natal e o Ano Novo. Numa mensagem de vídeo, Doria diz reconhecer o erro pela viagem.
"Antes de explicar a você as razões da viagem e do meu retorno, quero transmitir aqui minhas desculpas", disse Doria no vídeo publicado na tarde desta quinta-feira na sua conta do Twitter. "Desculpas àqueles que imaginaram que eu estivesse aqui deixando a cidade, o Estado de São Paulo, depois de medidas restritivas para desfrutar uma vida confortável, com menos restrições, em Miami."
Segundo Doria, não houve essa intenção. "Não houve esse gesto de pouca responsabilidade da minha parte, mas mesmo assim peço desculpas", afirmou o governador. "Eu não tenho compromisso com erro, e sempre que cometer um erro eu serei o primeiro a reconhecer e pedir desculpas."
O governador já tinha anunciado na última segunda-feira, 21, que tiraria uma licença de dez dias durante coletiva. A viagem logo foi cancelada após a divulgação pela Secretaria de Comunicação do Estado de que o vice-governador Rodrigo Garcia, que assumiria o cargo interinamente a partir de ontem (23), tinha testado positivo para Covid-19. Ainda na sexta-feira, poucos momentos depois da divulgação do teste positivo do vice-governador, Doria anunciou pela sua página no Twitter que estava cancelando sua licença.
Doria explicou que a viagem havia sido planejada para atender convites para participar de duas conferências na Flórida que havia recebido há muitos meses e que, na época, não pode atender. Assim, programou a viagem para o dia 22 de dezembro.
A saída de Doria foi logo após o anúncio de que o Estado voltaria para a fase vermelha de restrições durante os dias 25, 26, 27 de dezembro e 1,2 e 3 de janeiro.
Comentários CORRIGIR TEXTO