Porto Alegre, sexta-feira, 20 de novembro de 2020.
Dia Nacional da Consciência Negra. Dia Universal das Crianças.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
sexta-feira, 20 de novembro de 2020.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

ELEIÇÕES 2020

- Publicada em 19h54min, 20/11/2020.

Em mobilizações na cidade, Manuela reforça compromisso contra o racismo

Manuela (segunda à esquerda)  participou de ato pelo Dia da Consciência Negra, na Praça do Tambor

Manuela (segunda à esquerda) participou de ato pelo Dia da Consciência Negra, na Praça do Tambor


DANILO CHRISTIDIS/DIVULGAÇÃO/JC
Em ato pelo Dia da Consciência Negra, nesta sexta-feira (20), horas após o assassinato de João Alberto Silveira Freitas no estacionamento do Carrefour, em Porto Alegre, a candidata a prefeita Manuela d´Àvila, reforçou seu compromisso com a luta contra o racismo. Acompanhada da bancada de vereadores negra recém-eleita na Capital, ela enfatizou que a data se tornou mais um ato de luta e cobrou justiça.
Em ato pelo Dia da Consciência Negra, nesta sexta-feira (20), horas após o assassinato de João Alberto Silveira Freitas no estacionamento do Carrefour, em Porto Alegre, a candidata a prefeita Manuela d´Àvila, reforçou seu compromisso com a luta contra o racismo. Acompanhada da bancada de vereadores negra recém-eleita na Capital, ela enfatizou que a data se tornou mais um ato de luta e cobrou justiça.
A mobilização, na Praça do Tambor, no Centro de Porto Alegre, contou ainda com a presença do vice de Manuela, Miguel Rossetto (PT), da deputada Fernanda Melchionna (PSOL) e de Márcio Chagas (PSOL). “Porto Alegre segue cada vez mais firme na luta antirracista, e nós reforçamos nosso compromisso com essa luta”, disse a candidata.
Manuela também se manifestou sobre o crime ainda na noite de quinta-feira (19), pelo Twitter: 'O racismo que estrutura as relações de nossa sociedade precisa ser enfrentado de frente. As mulheres e homens brancos precisam assumir a sua responsabilidade na luta antirracista. Quantos Betos? Qual pessoa branca você viu ser vítima dessa violência?", questionou.
No final da tarde, a candidata também participou de protesto em frente ao Carrefour, na zona Norte da Capital, onde lideranças e manifestantes cobraram responsabilização dos envolvidos no crime e prestaram solidariedade à família da vítima.
Comentários CORRIGIR TEXTO