Porto Alegre, sexta-feira, 20 de novembro de 2020.
Dia Nacional da Consciência Negra. Dia Universal das Crianças.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
sexta-feira, 20 de novembro de 2020.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

eleições 2020

- Publicada em 14h45min, 20/11/2020. Atualizada em 14h54min, 20/11/2020.

Manuela e Melo destacam pontos fortes das campanhas na volta do horário eleitoral

Manuela e Melo voltaram à televisão para a reta final antes do segundo turno em Porto Alegre

Manuela e Melo voltaram à televisão para a reta final antes do segundo turno em Porto Alegre


PROPAGANDA CANDIDATOS NA TV/REPRODUÇÃO/JC
Fernanda Soprana
O primeiro horário eleitoral televisionado do segundo turno das eleições em Porto Alegre aconteceu às 13h desta sexta-feira (20). Os candidatos Manuela d’Ávila (PCdoB) e Sebastião Melo (MDB) reforçaram suas campanhas em cinco minutos cada.
O primeiro horário eleitoral televisionado do segundo turno das eleições em Porto Alegre aconteceu às 13h desta sexta-feira (20). Os candidatos Manuela d’Ávila (PCdoB) e Sebastião Melo (MDB) reforçaram suas campanhas em cinco minutos cada.
O candidato do MDB reforçou a experiência como vice-prefeito de Porto Alegre, mas não apresentou tantas propostas. Sem citar quais, a campanha afirma que Melo “tem soluções emergenciais para a pandemia”, mas que também deve focar na restauração do Centro Histórico da capital gaúcha, assim gerando novos empregos.
“O problema do teu bairro é o meu problema”, ressalta Melo na propaganda. Ele se coloca como um prefeito do povo, salientando através de entrevistas o conhecimento próprio sobre a cidade.
Melo é apoiado por Gustavo Paim, do PP, João Derly, do Republicanos, e Valter Nagelstein, do PSD. José Fortunati aderiu à campanha do emedebista quando renunciou a candidatura no primeiro turno. A campanha deste horário eleitoral, contudo, só contou com relatos de civis.
Manuela agradeceu não somente àqueles que apertaram 65 no primeiro turno, mas a todos que votaram independentemente de quem. A candidata pelo PCdoB reforçou o número de abstenções na primeira fase das eleições municipais, que tanto ela como Melo esperam que caia no segundo dia de votação.
“No segundo turno eu quero representar todas e todos que desejam a cidade com mais creches e com menos crianças nas ruas. Com menos fome e com mais empregos. Com ônibus mais barato e saúde bairro a bairro”, afirmou a candidata.
Manuela a proliferação de fake news ao longo da campanha, que também mencionou nos debates. Segundo a candidata, foram mais de meio milhão de notícias falsas desde o primeiro dia de campanha ao último.
Em um segmento de “fato ou fake”, Manuela disse que a informação de que pretende fechar o comércio para combater a pandemia, caso seja eleita, não é verdadeira. Através do FunCovid, a candidata do PCdoB pretende comprar com recursos próprios uma das dez vacinas contra a Covid-19 que estão em fase final de testes.
A propaganda de Manuela contou com depoimentos de Juliana Brizola, do PDT, e Fernanda Melchionna, do PSOL, que declararam apoio à candidata no segundo turno. Ela também é apoiada por Montserrat Martins, do PV, e pela Rede Sustentabilidade. Marchezan não apoiará ninguém, e o PSB ainda não definiu se apoiará Manuela ou Melo.
Comentários CORRIGIR TEXTO