Porto Alegre, domingo, 15 de novembro de 2020.
Dia da Proclamação da República.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
domingo, 15 de novembro de 2020.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Eleições 2020

- Publicada em 15h35min, 15/11/2020. Atualizada em 15h36min, 15/11/2020.

Mais de 500 candidaturas foram impugnadas por não cumprirem tempo mínimo de filiação

Desembargador eleitoral Gustavo Diefenthäler, do TRE/RS

Desembargador eleitoral Gustavo Diefenthäler, do TRE/RS


Reprodução/JC
O caso bastante emblemático de indeferimento da candidatura de André Cecchini (Patriota), candidato a vice-prefeito ao lado do então candidato José Fortunati (PTB) está bem longe de ter sido o único no Estado. Em 2020, mais de 500 candidaturas foram rejeitadas pelo não cumprimento do tempo mínimo de filiação partidária para concorrer nesta eleição.
O caso bastante emblemático de indeferimento da candidatura de André Cecchini (Patriota), candidato a vice-prefeito ao lado do então candidato José Fortunati (PTB) está bem longe de ter sido o único no Estado. Em 2020, mais de 500 candidaturas foram rejeitadas pelo não cumprimento do tempo mínimo de filiação partidária para concorrer nesta eleição.
O número está bem acima do esperado e, segundo o desembargador eleitoral do Tribunal Regional Eleitoral do RS (TRE/RS), Gustavo Diefenthäler, chama atenção de partidos e candidatos para a necessidade de prestar mais atenção a esse ponto. 
Para Diefenthäler, presidente da Comissão de Auditoria e Votação Paralela do TRE/RS, "faltou cuidado de verificação prévia, oportuna, antecipada, nos cadastros oficiais da justiça eleitoral". "Esperamos que partidos e candidatos tenham mais cuidado em relação a isso nas eleições futuras", destacou.
Comentários CORRIGIR TEXTO