Porto Alegre, quarta-feira, 23 de setembro de 2020.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
quarta-feira, 23 de setembro de 2020.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

STF

- Publicada em 17h42min, 14/09/2020. Atualizada em 17h42min, 14/09/2020.

Novo presidente do STF, Luiz Fux, testa positivo para Covid-19

Ministro passa bem e conduzirá sua primeira sessão de forma remota

Ministro passa bem e conduzirá sua primeira sessão de forma remota


NELSON JR./SCO/STF/JC
O novo presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Luiz Fux, testou positivo para Covid-19. Segundo a assessoria de comunicação da presidência da Corte, Fux foi ao hospital nesta segunda-feira (14), no Rio de Janeiro, após "apresentar aumento de temperatura corporal". O ministro, no entanto, passa bem e conduzirá sua primeira sessão como presidente do STF.
O novo presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Luiz Fux, testou positivo para Covid-19. Segundo a assessoria de comunicação da presidência da Corte, Fux foi ao hospital nesta segunda-feira (14), no Rio de Janeiro, após "apresentar aumento de temperatura corporal". O ministro, no entanto, passa bem e conduzirá sua primeira sessão como presidente do STF.
"A suspeita é de que possa ter contraído o novo coronavírus em almoço de confraternização familiar no último sábado (12). O ministro seguirá os protocolos de saúde e ficará em isolamento pelos próximos 10 dias", disse a assessoria do STF. As sessões ordinárias estão ocorrendo de forma remota, por videoconferência.
Ele tomou posse, na última quinta-feira (10), no cargo de presidente do Supremo, para um mandato de dois anos e acumulará a presidência do Conselho Nacional de Justiça (CNJ). Uma sessão do conselho estava prevista para amanhã (15), mas foi cancelada.
"A medida foi tomada após confirmação de que o presidente do CNJ, Luiz Fux, testou positivo para a Covid-19 e vai manter o isolamento social. A reunião plenária não previa ao julgamento de processos. Em ato solene, Fux presidiria a primeira sessão do Conselho desde a posse no cargo de presidente, em 10 de setembro, com apresentação de eixos da gestão", afirmou o CNJ, em nota.
Agência Brasil
Comentários CORRIGIR TEXTO