Porto Alegre, quarta-feira, 23 de setembro de 2020.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
quarta-feira, 23 de setembro de 2020.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

ELEIÇÕES 2020

- Publicada em 17h38min, 07/09/2020. Atualizada em 21h01min, 07/09/2020.

PSB confirma vice de Juliana Brizola e consolida primeira chapa feminina para a disputa de Porto Alegre

Convenção virtual do PSB reuniu 120 filiados e validou Maria Luiza Loose como vice do PDT

Convenção virtual do PSB reuniu 120 filiados e validou Maria Luiza Loose como vice do PDT


ANTÔNIO ELISANDRO DE OLIVEIRA/DIVULGAÇÃO/JC
Fernanda Crancio
Com prazo até 16 de setembro para realização das convenções partidárias que escolherão os candidatos às eleições municipais, a maioria das legendas de Porto Alegre deixou para definir as alianças e a lista de candidatos à Câmara de Vereadores nesta semana. No último final de semana, apenas o Partido Socialista Brasileiro (PSB) promoveu sua reunião municipal, avalizando o nome da professora Maria Luiza Loose como candidata à vice-prefeita na chapa liderada pela deputada Juliana Brizola (PDT). Com isso, a dobradinha PDT-PSB passa a ser a primeira a contar com duas mulheres na composição de chapa para a disputa ao Paço Municipal.
Com prazo até 16 de setembro para realização das convenções partidárias que escolherão os candidatos às eleições municipais, a maioria das legendas de Porto Alegre deixou para definir as alianças e a lista de candidatos à Câmara de Vereadores nesta semana. No último final de semana, apenas o Partido Socialista Brasileiro (PSB) promoveu sua reunião municipal, avalizando o nome da professora Maria Luiza Loose como candidata à vice-prefeita na chapa liderada pela deputada Juliana Brizola (PDT). Com isso, a dobradinha PDT-PSB passa a ser a primeira a contar com duas mulheres na composição de chapa para a disputa ao Paço Municipal.
A convenção do PSB ocorreu no sábado (5), por meio da plataforma Zoom, e reuniu 120 filiados socialistas. Outros três nomes masculinos disputavam a indicação de vice, mas a perspectiva de apostar em uma chapa totalmente feminina levou à vitória de Maria Luiza, popularmente conhecida por Malu. Segundo o presidente municipal do partido, Antônio Elisandro de Oliveira, a escolha foi "espontânea" entre o grupo e já havia sido referendada em reunião do diretório municipal. "O nome de Malu surgiu para fugir do tradicional e reforça a questão da empatia, do cuidado e da afetividade que uma chapa feminina representa. Porto Alegre passa por dificuldades estruturais, perdeu seu orgulho, e nossa candidatura vem colaborar para mudar tudo isso, estamos muito animados", destacou o dirigente.
Segundo ele, desde 2004, quando lançou Beto Albuquerque ao Paço, o partido não participava da chapa majoritária à prefeitura da Capital. Para as eleições proporcionais, o PSB confirmou na convenção 39 candidaturas, mas tem a meta de chegar a 50 até a data de registro das candidaturas, que pode ocorrer até dez dias após a realização da convenção. Presente na convenção online, a pré-candidata Juliana Brizola comemorou a consolidação da parceria com Malu. “Uma chapa composta por duas mulheres é realmente algo inovador e muito positivo. O desafio do próximo gestor será a reconstrução da nossa cidade. Somos mulheres, mães, batalhadoras. Nossa trajetória é marcada por desafios e superação, e será com todo entusiasmo que faremos, juntas, uma cidade melhor”, afirmou a deputada.
A convenção também contou com participação de dirigentes do Rede Sustentabilidade, partido que ainda negocia compor a chapa PDT-PSB na Capital. A dobradinha partidária já foi confirmada também na disputa às prefeituras do Recife (PE) e de São Paulo (SP), dentro das estratégias nacionais das duas legendas, que em Porto Alegre ainda não definiram o nome da coligação.
Permitidas desde o dia 31 de agosto, as convenções municipais também já foram realizadas pelo Pros (chapa Rodrigo Maroni-Edelberto Mendonça ), pelo Partido Verde (Montserrat Martins, com vice a definir) e pelo Novo (sem chapa majoritária, apenas candidaturas à Câmara de Vereadores). Neste ano, com a proibição das coligações para a disputa proporcional (vereador), apenas chapas majoritárias terão essa possibilidade, e cada partido poderá lançar até 54 candidatos a vereador.
Para atender às recomendações médicas e sanitárias impostas pelo cenário de pandemia, os partidos políticos poderão realizar suas convenções em formato virtual para a escolha de candidatos e formação de coligações majoritárias. Por orientação do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), as agremiações terão autonomia para utilizar as ferramentas tecnológicas que entenderem mais adequadas, desde que obedeçam os prazos determinados. No Rio Grande do Sul, o Executivo gaúcho chegou a lançar, na semana passada, protocolos específicos com orientações às convenções presenciais. Além das medidas de proteção e higiene necessárias, as regras obrigam distanciamento mínimo entre as pessoas, manutenção de portas e janelas abertas, higienização de tribunas e mesas a cada hora e ocupação de assentos intercalados.
As eleições deste ano foram adiadas em razão da pandemia, e acontecerão nos dias 15 e 29 de novembro, em primeiro e segundo turnos. Segundo levantamento da reportagem do Jornal do Comércio, Porto Alegre deve ter recorde de candidatos à prefeitura, com possibilidade de lançamento de 16 candidaturas.
Próximas convenções partidárias em Porto Alegre:
  • 10/9- Democracia Cristã, PCB, PSD, PSOL e Unidade Popular
  • 12/9- PCdoB, PDT, PRTB, PT, Avante e PTB
  • 14/9- PSTU
  • 15/9- DEM
  • 16/9- Podemos e Solidariedade
  • Sem data definida- Patriota (divulgará o edital com a nova data nesta terça-feira)
Comentários CORRIGIR TEXTO