Porto Alegre, quarta-feira, 23 de setembro de 2020.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
quarta-feira, 23 de setembro de 2020.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Eleições 2020

- Publicada em 03h00min, 03/09/2020. Atualizada em 17h30min, 03/09/2020.

Convenções partidárias dão início a ritos da eleição municipal em Porto Alegre

Rariane Costa
As convenções partidárias já começaram a definir o panorama das eleições municipais em Porto Alegre. Iniciadas na última segunda-feira (31), é durante essas reuniões que partidos definem nomes que serão indicados à cargos de vereadores, prefeitos e vice-prefeitos.
As convenções partidárias já começaram a definir o panorama das eleições municipais em Porto Alegre. Iniciadas na última segunda-feira (31), é durante essas reuniões que partidos definem nomes que serão indicados à cargos de vereadores, prefeitos e vice-prefeitos.
Na Capital, cerca de 14 candidaturas ao Paço Municipal devem ser lançadas. Até então, Pros e Partido Verde já oficializaram nomes ao cargo no Executivo de Porto Alegre.
No primeiro dia de convenções o Pros apresentou o nome de Rodrigo Maroni, eleito deputado estadual em 2018, para concorrer à prefeitura. Edelberto Mendonça, compõe a chapa como vice. O partido também lançou nominata com 11 candidatos à vereador.
Ainda no primeiro dia dos eventos, o Partido Verde lançou a candidatura de Montserrat Martins ao Executivo, o vice da chapa ainda não foi definido em função de uma possível coligação. A nominata para vereadores do partido ainda está em aberto e conta, até o momento, com 32 representantes, número que deve aumentar.
Neste ano, com a implementação da lei 13.877/19, apenas chapas majoritárias terão possibilidade de coligação. Sendo assim, para as eleições de novembro, cada partido tem direito de lançar até 150% do número de vagas existentes na Câmara, 54 candidatos a vereador.
O Novo realizou convenção na última terça-feira, sem representantes ao cargo no Executivo, o partido lançou nominata com 14 candidaturas para a Câmara.
O TSE autorizou que os eventos partidários aconteçam virtualmente em função da pandemia da Covid-19, medida adotada pela maioria das legendas. Apenas PSD, PTB e DEM devem realizar convenções presenciais transmitidas na internet. Até o prazo final ao menos dezessete legendas devem lançar suas candidaturas em Porto Alegre.
No próximo dia 5, o PSB realiza convenção. No dia 10 de setembro, Democracia Cristã; PCB; PSD; PSOL e Unidade Popular lançam seus candidatos. Em 12 de setembro, é a vez de PCdoB; PDT; PRTB; PT e PTB. No dia 14 de setembro PSTU; em 15 de setembro DEM. Podemos e Solidariedade finalizam os eventos partidários em 16 de setembro.
Conforme o calendário do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), os partidos devem escolher seus candidatos até 16 de setembro. Com o fim das convenções os partidos terão dez dias para registrar suas candidaturas e em seguida ficam autorizadas as campanhas eleitorais. O pleito acontece nos dias 15 e 29 de novembro.
Comentários CORRIGIR TEXTO