Porto Alegre, segunda-feira, 22 de junho de 2020.
Dia do Aeroviário.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
segunda-feira, 22 de junho de 2020.
Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

CORRIGIR

Coronavírus

22/06/2020 - 20h21min. Alterada em 22/06 às 20h46min

Uma região reverte bandeira vermelha e garante abertura de atividades

Palmeira das Missões passou de vermelha para laranja; houve 22 pedidos de revisão

Palmeira das Missões passou de vermelha para laranja; houve 22 pedidos de revisão


REPRODUÇÃO/JC
O mapa do distanciamento controlado do Rio Grande do Sul mudou em dois dias, desde o anúncio da última revisão do sistema pelo governo do Estado. Apenas uma regiões que tinham entrado na bandeira vermelha, que vigora a partir desta terça-feira (23) até segunda-feira (29), passou à laranja. Porto Alegre ficou na vermelha. Dos 30 pedidos de troca de cor, apenas Palmeira das Missões conseguiu voltar à larga, de risco médio. 
O mapa do distanciamento controlado do Rio Grande do Sul mudou em dois dias, desde o anúncio da última revisão do sistema pelo governo do Estado. Apenas uma regiões que tinham entrado na bandeira vermelha, que vigora a partir desta terça-feira (23) até segunda-feira (29), passou à laranja. Porto Alegre ficou na vermelha. Dos 30 pedidos de troca de cor, apenas Palmeira das Missões conseguiu voltar à larga, de risco médio. 
O resultado dos pedidos de revisão do mapa divulgado no sábado (20) foi divulgado nesta segunda-feira (22) pelo governador Eduardo Leite, que falou ainda sobre a projeção de volta às aulas presenciais. São agora 13 laranja e apenas três em amarelo (risco baixo).  
Apenas a Capital e cidades vizinhas, como Cachoeirinha, Capão da Canoa, Novo Hamburgo e Canoas ficarão na cor vermelha (risco alto), o que determina protocolos mais restritivos às atividades econômicas. Comércio não pode abrir. Porto Alegre deve editar novas regras. 
O governo decidiu ainda que 37 municípios que não registraram óbitos ou hospitalizações por Covid-19 nos últimos 14 dias poderão, mesmo que em regiões de bandeira vermelha, adotar critérios e protocolos da laranja, caso os prefeitos julguem necessário.
"Poderão utilizar os protocolos da bandeira laranja, mas os municípios poderão ser mais restritivos do que o Estado", disse Leite, informando que caberá aos prefeitos a decisão, de acordo com análise das peculiaridades locais, mas perante observância das regras válidas para as bandeiras laranja.
O que pesou para a volta da região de Palmeira das Missões à bandeira laranja, de risco médio, foi o fato de ter mantido o equilíbrio no número de casos na última semana. "Houve melhora e piora e alguns indicadores, mas analisamos os dados apresentados e consideramos que há um nível de controle, sem tendência clara de aumento de casos", disse o governador.
Comentários