Porto Alegre, segunda-feira, 11 de maio de 2020.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
segunda-feira, 11 de maio de 2020.
Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

CORRIGIR

Eleições municipais

Notícia da edição impressa de 11/05/2020. Alterada em 10/05 às 21h35min

PT indica Rossetto como vice de Manuela d'Ávila em Porto Alegre

O diretório municipal do PT de Porto Alegre aprovou, neste final de semana, em reunião virtual, a indicação do ex-vice-governador do Rio Grande do Sul e ex-ministro do Desenvolvimento Agrário, Miguel Rossetto, como pré-candidato a vice-prefeito na chapa liderada por Manuela d'Ávila (PCdoB) na corrida eleitoral pela prefeitura de Porto Alegre. Além de líderes petistas, como os ex-prefeitos e ex-governadores Olívio Dutra e Tarso Genro, o encontro virtual contou com a participação de Manuela e outras lideranças do PCdoB. 

O diretório municipal do PT de Porto Alegre aprovou, neste final de semana, em reunião virtual, a indicação do ex-vice-governador do Rio Grande do Sul e ex-ministro do Desenvolvimento Agrário, Miguel Rossetto, como pré-candidato a vice-prefeito na chapa liderada por Manuela d'Ávila (PCdoB) na corrida eleitoral pela prefeitura de Porto Alegre. Além de líderes petistas, como os ex-prefeitos e ex-governadores Olívio Dutra e Tarso Genro, o encontro virtual contou com a participação de Manuela e outras lideranças do PCdoB. 

O presidente estadual do PCdoB, Adalberto Frasson, que participou da trasmissão, destacou que "a unidade da esquerda é uma exigência do momento duro e difícil que vive o povo de Porto Alegre". A presidente municipal do PT, Maria Celeste, reforçou a ação dos últimos meses para construir o resultado deste encontro: "Priorizamos o diálogo, a construção coletiva, a escuta da cidade e das lideranças, para construirmos a unidade expressa na chapa Manuela e Rossetto".

Entretanto, a indicação de Rossetto repercutiu entre outro possível aliado - o PSOL - que também queria indicar o nome do vice de Manuela. A deputada federal Fernanda Melchionna (PSOL) chegou a divulgar uma nota em que sustenta que "a votação e a indicação do PT encerra qualquer possibilidade de uma unidade tão necessária para enfrentar a agenda ultraliberal em Porto Alegre unificando os campos distintos da esquerda que fazem oposição ao governo Jair Bolsonaro (sem partido), Eduardo Leite (PSDB) e Nelson Marchezan Júnior (PSDB).

Comentários