Porto Alegre, quinta-feira, 26 de março de 2020.
Aniversário de Porto Alegre. Dia do Cacau.

Jornal do Comércio

Porto Alegre, quinta-feira, 26 de março de 2020.
Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

CORRIGIR

governo federal

Notícia da edição impressa de 26/03/2020. Alterada em 25/03 às 20h36min

Mourão defende isolamento social e diz que presidente se expressou mal

Vice Hamilton Mourão diz que talvez Bolsonaro não tenha se expressado da melhor forma

Vice Hamilton Mourão diz que talvez Bolsonaro não tenha se expressado da melhor forma


SÉRGIO LIMA/AFP/JC
O vice-presidente Hamilton Mourão (PRTB) afirmou nesta quarta-feira(25) que o posicionamento do governo é único para o combate do novo coronavírus e defendeu o isolamento e distanciamento social. Sobre o pronunciamento do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) em rede nacional no dia anterior, Mourão disse que talvez ele não tenha se expressado da melhor forma.
O vice-presidente Hamilton Mourão (PRTB) afirmou nesta quarta-feira(25) que o posicionamento do governo é único para o combate do novo coronavírus e defendeu o isolamento e distanciamento social. Sobre o pronunciamento do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) em rede nacional no dia anterior, Mourão disse que talvez ele não tenha se expressado da melhor forma.
"A posição do governo por enquanto é uma só: isolamento e distanciamento social. Isso está sendo discutido e ontem o presidente buscou colocar e pode ser que ele tenha se expressado de uma forma, digamos assim, que não foi a melhor, mas o que ele buscou colocar é a preocupação que todos nós temos com a segunda onda como se chama nesta questão do coronavírus. Nós temos uma primeira onda, que é a saúde, e temos uma segunda onda, que é a questão econômica", afirmou o vice-presidente em entrevista coletiva.
Na noite de terça-feira (24), Bolsonaro fez um pronunciamento em rede social e voltou a falar em "histeria" sobre a pandemia e defendeu que escolas e comércio sejam reabertos.