Porto Alegre, terça-feira, 24 de março de 2020.

Jornal do Comércio

Porto Alegre, terça-feira, 24 de março de 2020.
Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

CORRIGIR

Governo Federal

24/03/2020 - 21h06min. Alterada em 24/03 às 21h06min

Bolsonaro é alvo do oitavo dia seguido de panelaço pelo país

O protesto ocorreu em bairros de São Paulo, Rio de Janeiro, Porto Alegre, Brasília e Curitiba

O protesto ocorreu em bairros de São Paulo, Rio de Janeiro, Porto Alegre, Brasília e Curitiba


MARCELO D'SANTS/FRAME/FOLHAPRESS-JC
Agência Folhapress
O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) foi alvo de panelaço pelo oitavo dia seguido nesta terça-feira (24). O protesto ocorreu durante pronunciamento do presidente a respeito do coronavírus, em bairros de São Paulo, Rio de Janeiro, Porto Alegre, Brasília e Curitiba.
O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) foi alvo de panelaço pelo oitavo dia seguido nesta terça-feira (24). O protesto ocorreu durante pronunciamento do presidente a respeito do coronavírus, em bairros de São Paulo, Rio de Janeiro, Porto Alegre, Brasília e Curitiba.
Os atos têm sido convocado em redes sociais desde a última terça-feira (17), impulsionados pela reação de Bolsonaro à pandemia, que afetou a rotina de milhões de brasileiros e deve ter duro impacto na economia.
Na última sexta-feira (20), Bolsonaro disse que não está preocupado com os panelaços. "Eu não estou preocupado com o panelaço. Eu estou preocupado com o vírus, com a saúde, com o emprego do povo brasileiro", afirmou. "Qualquer panelaço, qualquer coisa que venha a acontecer é manifestação democrática. Toca o barco."