Porto Alegre, domingo, 15 de março de 2020.
Dia Mundial do Consumidor. Dia da Escola.

Jornal do Comércio

Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

CORRIGIR

gente

14/03/2020 - 09h19min. Alterada em 15/03 às 21h40min

Ex-secretário-geral da Presidência, Gustavo Bebianno morre aos 56 anos

Bebianno estaria em casa com seu filho quando se sentiu mal, ainda na madrugada

Bebianno estaria em casa com seu filho quando se sentiu mal, ainda na madrugada


EVARISTO SA/AFP/JC
O ex-ministro Gustavo Bebianno morreu aos 56 anos após ter um infarto fulminante na madrugada deste sábado em seu sítio em Teresópolis. Coordenador da campanha de Jair Bolsonaro em 2018, ele era pré-candidato a prefeito pelo PSDB no Rio.
O ex-ministro Gustavo Bebianno morreu aos 56 anos após ter um infarto fulminante na madrugada deste sábado em seu sítio em Teresópolis. Coordenador da campanha de Jair Bolsonaro em 2018, ele era pré-candidato a prefeito pelo PSDB no Rio.
As informações são do presidente estadual do PSDB no Rio, o empresário Paulo Marinho. Bebianno estava em casa com seu filho quando se sentiu mal, por volta das 4h. Ao ir ao banheiro tomar um remédio, ele desmaiou.
Bebianno foi levado para um hospital da cidade, onde morreu. Ainda não há informações sobre o velório.