Porto Alegre, sábado, 26 de setembro de 2020.
Dia Nacional dos Surdos.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
sábado, 26 de setembro de 2020.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Operação Lava Jato

- Publicada em 03h00min, 31/01/2020.

CGU torna Queiroz Galvão inidônea para contratos com governo

A Controladoria-Geral da União (DOU) declarou a Construtora Queiroz Galvão inidônea para licitar e contratar com a Administração Pública "por ter atuado em defesa de interesses escusos e particulares, de forma concertada e ardilosa, frustrando, direcionando e fraudando certames licitatórios direcionados na Petrobras em conluio com outras empresas".

A Controladoria-Geral da União (DOU) declarou a Construtora Queiroz Galvão inidônea para licitar e contratar com a Administração Pública "por ter atuado em defesa de interesses escusos e particulares, de forma concertada e ardilosa, frustrando, direcionando e fraudando certames licitatórios direcionados na Petrobras em conluio com outras empresas".

A decisão está publicada no Diário Oficial da União (DOU) desta quinta-feira. O documento não detalha os termos da punição. A empresa já estava impedida de firmar contratos com o Poder Público deste março do ano passado por determinação do plenário do Tribunal de Contas da União (TCU), também por causa de ilícitos investigados no âmbito da Operação Lava Jato.

A Construtora Queiroz Galvão informou, por meio de nota, que tomou conhecimento da publicação da decisão CGU nesta sexta-feira. A construtora esclarece "que a decisão não tem eficácia imediata e que apresentará recurso, com efeito suspensivo, no prazo legal".

Comentários CORRIGIR TEXTO