Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, segunda-feira, 06 de janeiro de 2020.
Dia de Reis.

Jornal do Comércio

Política

COMENTAR | CORRIGIR

gente

Alterada em 06/01 às 12h12min

Governo Bolsonaro se afastou do combate à corrupção, diz general Santos Cruz

Em entrevista concedida à BBC Brasil, o general de reserva do Exército e ex-ministro da Secretaria de Governo, Carlos Alberto dos Santos Cruz, avaliou o primeiro ano do governo Bolsonaro e concentrou críticas à atuação no combate à corrupção, bandeira eleitoral do presidente Jair Bolsonaro em 2018 e que, segundo Santos Cruz, foi ponto de "desilusão para muita gente".
Em entrevista concedida à BBC Brasil, o general de reserva do Exército e ex-ministro da Secretaria de Governo, Carlos Alberto dos Santos Cruz, avaliou o primeiro ano do governo Bolsonaro e concentrou críticas à atuação no combate à corrupção, bandeira eleitoral do presidente Jair Bolsonaro em 2018 e que, segundo Santos Cruz, foi ponto de "desilusão para muita gente".
Para ele, as mudanças no Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf) - órgão que foi rebatizado de Unidade de Inteligência Financeira (UIF) e repassado ao Banco Central - e as pressões sobre o diretor da Polícia Federal, Maurício Valeixo, contribuíram para o enfraquecimento do combate à corrupção.
Em constantes viagens desde que deixou o governo, Santos Cruz também foi crítico à política externa do governo, a qual classificou como "completamente ideológica" e responsável por afetar negativamente a percepção de nações estrangeiras sobre o Brasil.
Estadão Conteúdo
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia