Porto Alegre, sexta-feira, 24 de julho de 2020.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
sexta-feira, 24 de julho de 2020.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Partidos

- Publicada em 02h03min, 13/11/2019. Atualizada em 03h00min, 13/11/2019.

Redes sociais do vereador Carlos Bolsonaro são desativadas

As contas nas redes sociais do vereador Carlos Bolsonaro (PSC-RJ) estão desativadas nesta terça-feira (12), conforme informou o colunista Lauro Jardim. Os endereços de suas páginas no Twitter, Facebook e Instagram aparecem como "fora do ar". Procurada, a assessoria do parlamentar não soube informar o motivo - se ele excluiu os perfis ou foi suspenso. Porém, interlocutores de Jair Bolsonaro (PSL) no Palácio do Planalto atribuem ao presidente a saída do filho das redes sociais. Segundo esses aliados, Bolsonaro vinha mostrando incômodo com as publicações do "02", em especial aquelas que criticavam o Supremo Tribunal Federal (STF), instituição que ele vem deixando fora da linha de tiro. 
As contas nas redes sociais do vereador Carlos Bolsonaro (PSC-RJ) estão desativadas nesta terça-feira (12), conforme informou o colunista Lauro Jardim. Os endereços de suas páginas no Twitter, Facebook e Instagram aparecem como "fora do ar". Procurada, a assessoria do parlamentar não soube informar o motivo - se ele excluiu os perfis ou foi suspenso. Porém, interlocutores de Jair Bolsonaro (PSL) no Palácio do Planalto atribuem ao presidente a saída do filho das redes sociais. Segundo esses aliados, Bolsonaro vinha mostrando incômodo com as publicações do "02", em especial aquelas que criticavam o Supremo Tribunal Federal (STF), instituição que ele vem deixando fora da linha de tiro. 
Carlos é considerado um dos principais responsáveis por criar a estratégia digital de Jair Bolsonaro nos últimos três anos, quando a candidatura presidencial começou a ser construída. De estilo excêntrico (não gosta de dar entrevistas e coleciona facas), Carlos abastece as redes sociais da família e produz, de forma amadora, com um celular na mão, as transmissões ao vivo do pai na internet.
Carlos deflagrou a primeira crise no coração do Palácio do Planalto ao usar o Twitter para atacar Gustavo Bebianno, ministro da Secretaria-Geral da Presidência. O comportamento, porém, não é exceção. O "pitbull"  da família usa a rede social como uma metralhadora giratória.
 
Comentários CORRIGIR TEXTO