Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, terça-feira, 10 de setembro de 2019.

Jornal do Comércio

Política

COMENTAR | CORRIGIR

Ensino superior

Alterada em 10/09 às 16h55min

Jean Wyllys dará aulas sobre fake news e discurso de ódio em Harvard

O deputado Jean Wyllys durante o 15º Seminário LGBT do Congresso Nacional

O deputado Jean Wyllys durante o 15º Seminário LGBT do Congresso Nacional


JOSÉ CRUZ/AGÊNCIA BRASIL/JC
Estadão Conteúdo
O ex-deputado Jean Wyllys começará a dar aulas como professor e pesquisador residente na Universidade de Harvard, nos Estados Unidos. A residência será no Instituto de Pesquisa Afro-Americanos da Universidade e deve durar um semestre. Wyllys ministrará aulas sobre fake news e discursos de ódio contra minorias sexuais e étnicas. Segundo sua assessoria de imprensa, o ex-parlamentar já se encontra em Cambridge, cidade em que se localiza Harvard, e deve começar a residência nos próximos dias.
O ex-deputado Jean Wyllys começará a dar aulas como professor e pesquisador residente na Universidade de Harvard, nos Estados Unidos. A residência será no Instituto de Pesquisa Afro-Americanos da Universidade e deve durar um semestre. Wyllys ministrará aulas sobre fake news e discursos de ódio contra minorias sexuais e étnicas. Segundo sua assessoria de imprensa, o ex-parlamentar já se encontra em Cambridge, cidade em que se localiza Harvard, e deve começar a residência nos próximos dias.
Na segunda-feira (9) ele publicou em sua conta no Instagram uma foto com uma pasta e um crachá de Harvard para anunciar sua nova fase acadêmica. Formado em jornalismo, o ex-deputado possui mestrado em Letras e Linguística pela Universidade Federal da Bahia.
No início do ano, Wyllys anunciou a renúncia de seu mandato como deputado federal pelo PSOL, para o qual foi reeleito em 2018, devido a ameaças que vinha sofrendo. Segundo ele, a Polícia Federal e o Estado brasileiro vinham se omitindo em relação às ameaças. Desde 2018, ele andava escoltado por seguranças da Câmara dos Deputados.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia