Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, sexta-feira, 06 de setembro de 2019.

Jornal do Comércio

Política

COMENTAR | CORRIGIR

Meio ambiente

06/09/2019 - 12h08min. Alterada em 06/09 às 12h08min

Bolsonaro participa de reunião com países amazônicos por videoconferência

Estadão Conteúdo
Por videoconferência, o presidente Jair Bolsonaro participa nesta sexta-feira (6) da reunião entre chefes de estado dos países amazônicos, que ocorre na cidade de Letícia, na Colômbia. Bolsonaro desistiu de ir pessoalmente ao encontro por orientação médica. Ele será submetido a uma cirurgia no próximo domingo (8), para correção de hérnia incisional.
Por videoconferência, o presidente Jair Bolsonaro participa nesta sexta-feira (6) da reunião entre chefes de estado dos países amazônicos, que ocorre na cidade de Letícia, na Colômbia. Bolsonaro desistiu de ir pessoalmente ao encontro por orientação médica. Ele será submetido a uma cirurgia no próximo domingo (8), para correção de hérnia incisional.
Segundo a assessoria da Presidência da República, participam da conversa os presidentes da Colômbia, Peru, Equador e Bolívia. A Guiana e o Suriname enviaram os respectivos vice-presidentes como representantes.
O ministro de Relações Exteriores, Ernesto Araújo, está em Letícia para acompanhar a adoção do chamado "Pacto de Letícia pela Amazônica" entre os países que possuem parte da floresta amazônica em seu território. Os participantes devem falar com a imprensa e, depois, irão pra um almoço oferecido pelo presidente da Colômbia, Iván Duque.
O anúncio do encontro foi feito pelo presidente Jair Bolsonaro durante passagem do presidente chileno, Sebástian Piñera, ao Brasil. A ideia, de acordo com ele, é discutir uma "política única" sobre a preservação do meio ambiente e regras para exploração na região.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia