Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, segunda-feira, 12 de agosto de 2019.
Dia Nacional da Juventude .

Jornal do Comércio

Política

COMENTAR | CORRIGIR

Governo Federal

Alterada em 12/08 às 12h22min

'Não trabalhem contra o Brasil, tenham um pouco de paciência', diz Guedes

"Deixem um governo liberal ter uma chance, esperem quatro anos", afirmou o ministro Paulo Guedes

"Deixem um governo liberal ter uma chance, esperem quatro anos", afirmou o ministro Paulo Guedes


Marcelo Camargo/Agência Brasil/JC
Estadão Conteúdo
Enquanto os indicadores econômicos apontam para uma recessão técnica nos dois primeiros trimestres de 2019, o ministro da Economia, Paulo Guedes, pediu nesta segunda-feira (12), "paciência" com o governo Jair Bolsonaro.
Enquanto os indicadores econômicos apontam para uma recessão técnica nos dois primeiros trimestres de 2019, o ministro da Economia, Paulo Guedes, pediu nesta segunda-feira (12), "paciência" com o governo Jair Bolsonaro.
"Deixem um governo liberal ter uma chance, esperem quatro anos. Não trabalhem contra o Brasil, tenham um pouco de paciência. Esperem a vez de vocês", afirmou Guedes, em debate sobre a medida provisória 881, da "Liberdade Econômica", promovido pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ).
Mais cedo, o Banco Central divulgou que após avançar 1,10% em maio (dado revisado), a economia brasileira teve nova alta em junho deste ano. O Índice de Atividade Econômica do Banco Central (IBC-Br) avançou 0,30% em junho ante maio, na série com ajuste sazonal. Foi a segunda elevação registrada no governo de Jair Bolsonaro. Em contrapartida, o mesmo indicador registrou baixa de 0,13% no acumulado do segundo trimestre de 2019, na comparação com o primeiro trimestre, pela série ajustada.
Considerado uma espécie de "prévia do BC para o PIB", o IBC-Br serve como parâmetro para avaliar o ritmo da economia brasileira ao longo dos meses.
Especificamente sobre a medida provisória, Guedes disse que ela é uma mudança conceitual que faz parte das reformas que o atual governo quer fazer. A expectativa é de que o texto seja votado na terça-feira, 13, no plenário da Câmara dos Deputados. "O presidente Jair Bolsonaro dizia sempre na campanha que ia tirar o Estado do 'cangote' dos cidadãos", afirmou.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia