Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quarta-feira, 07 de agosto de 2019.

Jornal do Comércio

Política

COMENTAR | CORRIGIR

Agronegócios

Alterada em 07/08 às 11h22min

Audiência na Câmara sobre agrotóxicos é remarcada para dia 21 de agosto

Estadão Conteúdo
A audiência na Câmara dos Deputados que discutiria nesta quarta-feira (7) a liberação de agrotóxicos no País foi remarcada para o dia 21 de agosto. Organizada a pedido do deputado Ivan Valente (PSOL-SP), a reunião contaria com a presença dos ministros Luiz Henrique Mandetta (Saúde) e Tereza Cristina Correa (Agricultura, Pecuária e Abastecimento). A decisão foi adotada em virtude da votação da reforma da Previdência.
A audiência na Câmara dos Deputados que discutiria nesta quarta-feira (7) a liberação de agrotóxicos no País foi remarcada para o dia 21 de agosto. Organizada a pedido do deputado Ivan Valente (PSOL-SP), a reunião contaria com a presença dos ministros Luiz Henrique Mandetta (Saúde) e Tereza Cristina Correa (Agricultura, Pecuária e Abastecimento). A decisão foi adotada em virtude da votação da reforma da Previdência.
O presidente da Câmara, Rodrigo Maia, havia solicitado a suspensão de todas as reuniões deliberativas. Em tese, a audiência poderia ser realizada, mas a ministra da Agricultura se licenciou do cargo para participar da votação da reforma da Previdência.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia