Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, segunda-feira, 15 de julho de 2019.
Dia Nacional dos Clubes.

Jornal do Comércio

Política

COMENTAR | CORRIGIR

Governo Federal

15/07/2019 - 11h10min. Alterada em 15/07 às 11h28min

Bolsonaro vai à Câmara para homenagear comando especial do Exército

Objetivo da sessão solene era comemorar o aniversário da corporação que ocorreu no dia 27 de junho

Objetivo da sessão solene era comemorar o aniversário da corporação que ocorreu no dia 27 de junho


Najara Araújo/Câmara dos Deputados/JC
Estadão Conteúdo
O presidente Jair Bolsonaro chegou por volta das 10h desta segunda-feira (15) à Câmara dos deputados para participar de uma sessão solene em homenagem ao aniversário do Comando de Operações Especiais do Exército Brasileiro (COpEsp). Bolsonaro não falou com a imprensa ao chegar ao Parlamento. Ele veio acompanhado do ministro da Secretaria de Governo da Presidência, Luiz Eduardo Ramos.
O presidente Jair Bolsonaro chegou por volta das 10h desta segunda-feira (15) à Câmara dos deputados para participar de uma sessão solene em homenagem ao aniversário do Comando de Operações Especiais do Exército Brasileiro (COpEsp). Bolsonaro não falou com a imprensa ao chegar ao Parlamento. Ele veio acompanhado do ministro da Secretaria de Governo da Presidência, Luiz Eduardo Ramos.
A sessão foi solicitada pelo líder do governo na Câmara, Major Vitor Hugo (PSL-GO), e pelo líder do PSL, Delegado Waldir (PSL-GO). O objetivo é comemorar o aniversário da corporação que ocorreu no dia 27 de junho. "Além da comemoração pelo aniversário, a sessão terá como finalidade homenagear o Comando pelo reconhecimento das atividades realizadas em prol da Nação Brasileira", diz o pedido assinado pelos dois deputados do PSL.
O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), não está na Casa nesta manhã de segunda-feira. Na chegada de Bolsonaro, 16 deputados estavam presentes. Os congressistas entram em recesso parlamentar no dia 18 de julho, mas esta semana já é considerada "recesso branco".
O Parlamento aprovou na semana passada o primeiro turno da reforma da Previdência e a expectativa é que os trabalhos só sejam retomados efetivamente na volta do recesso, na segunda semana de agosto. 
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia