Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, sexta-feira, 12 de julho de 2019.
Dia do Engenheiro Florestal.

Jornal do Comércio

Política

COMENTAR | CORRIGIR

Operação Lava Jato

Edição impressa de 12/07/2019. Alterada em 12/07 às 03h00min

Sérgio Moro cria clima de ameaça à imprensa, diz Glenn Greenwald no Senado

O jornalista Glenn Greenwald, responsável pelo site The Intercept Brasil, disse, nesta quinta-feira (10), no Senado, que o ministro da Justiça, Sérgio Moro, cria, no País, um clima de ameaça à imprensa ao não esclarecer as notícias de que ele está sendo alvo de investigação pela Polícia Federal (PF).
O jornalista Glenn Greenwald, responsável pelo site The Intercept Brasil, disse, nesta quinta-feira (10), no Senado, que o ministro da Justiça, Sérgio Moro, cria, no País, um clima de ameaça à imprensa ao não esclarecer as notícias de que ele está sendo alvo de investigação pela Polícia Federal (PF).
O Intercept tem divulgado, em seu site e em parcerias com outros veículos, diálogos de Moro, quando juiz federal, e procuradores da Lava Jato, como Deltan Dallagnol. "Sérgio Moro foi perguntado várias vezes no Senado, na Câmara e por muitos jornais se ele está nos investigando ou tem planos de fazer algo contra nós, e ele nunca negou, do dia em que a notícia saiu até hoje, a investigação. Ele quer que pelo menos fiquemos com medo de estarmos sendo investigados", disse o jornalista em sua fala inicial na audiência pública no Senado.
Greenwald disse não ter medo e que seu site continuaria publicando reportagens sobre as trocas de mensagens. "O clima que o ministro da Justiça está tentando criar, acho que isso é uma ameaça a uma imprensa livre. Está tentando fazer isso de propósito para assustar a gente. Não vai funcionar, mas é uma ameaça muito grave", afirmou o jornalista.
 
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia