Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quarta-feira, 10 de julho de 2019.
Dia da Pizza.

Jornal do Comércio

Política

COMENTAR | CORRIGIR

Senado

10/07/2019 - 13h38min. Alterada em 10/07 às 13h38min

Roberto Rocha será relator da reforma tributária no Senado

Líder da bancada tucana, Roberto Rocha (c) será o relator da reforma no Senado

Líder da bancada tucana, Roberto Rocha (c) será o relator da reforma no Senado


MANDEL NGAN / AFP/JC
Estadão Conteúdo
O senador Roberto Rocha (PSDB-MA), líder da bancada tucana, será o relator da reforma tributária no Senado. A escolha foi anunciada nesta quarta-feira (10), pela senadora Simone Tebet (MDB-MS), presidente da Comissão de Constituição e Justiça.
O senador Roberto Rocha (PSDB-MA), líder da bancada tucana, será o relator da reforma tributária no Senado. A escolha foi anunciada nesta quarta-feira (10), pela senadora Simone Tebet (MDB-MS), presidente da Comissão de Constituição e Justiça.
A Proposta de Emenda à Constituição da Reforma Tributária no Senado, a PEC 110/2019, será uma pauta prioritária da Casa no segundo semestre, anunciou ao protocolá-la o senador Davi Alcolumbre (DEM-AP), presidente do Senado. Projetos da pauta tributária serão apensados à PEC.
O Senado decidiu encampar a reforma e liderar os debates da simplificação, que afeta a arrecadação de Estados, apesar de a Câmara já ter projetos mais avançados na fase de tramitação. Nesta manhã de quarta-feira, a Câmara está instalando a comissão especial que irá analisar uma PEC de autoria do deputado Baleia Rossi (MDB-SP) que também pretende reformar o sistema tributário do País.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia