Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, terça-feira, 09 de julho de 2019.
Feriado em São Paulo - Revolução Constitucionalista.

Jornal do Comércio

Política

COMENTAR | CORRIGIR

reforma da previdência

09/07/2019 - 22h59min. Alterada em 09/07 às 22h59min

Plenário da Câmara rejeita requerimento para retirar Previdência da pauta

Estadão Conteúdo
O plenário da Câmara dos Deputados rejeitou há pouco, por 331 votos a 117, o requerimento apresentado pelo PCdoB para a retirada da reforma da Previdência da pauta da sessão de hoje.
O plenário da Câmara dos Deputados rejeitou há pouco, por 331 votos a 117, o requerimento apresentado pelo PCdoB para a retirada da reforma da Previdência da pauta da sessão de hoje.
O placar indica que o governo teria votos suficientes para aprovara o texto da reforma. São necessários 308 votos para aprovar a reforma em primeiro turno.
A oposição, no entanto, faz obstrução aos trabalhos por meio da apresentação de diversos requerimentos, que devem ser votados um de cada vez. O presidente da Casa, Rodrigo Maia (DEM-RJ), tentará pelo menos encerrar a fase de discussão da reforma ainda nesta noite.
Até o momento, foram apresentados 77 destaques ao texto principal da reforma, sendo 18 deles de bancada e os outros 59 individuais - que podem ser rejeitados em bloco. Novos destaques podem ser apresentados até o início da votação do texto.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia