Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, sexta-feira, 24 de maio de 2019.
Dia Nacional do Café.

Jornal do Comércio

Política

COMENTAR | CORRIGIR

GOVERNO FEDERAL

Alterada em 24/05 às 14h31min

Ninguém é obrigado a ficar como ministro, diz Bolsonaro sobre fala de Guedes

Presidente Jair Bolsonaro (d) comentou sobre a entrevista do ministro da Economia, Paulo Guedes (e)

Presidente Jair Bolsonaro (d) comentou sobre a entrevista do ministro da Economia, Paulo Guedes (e)


FABIO RODRIGUES POZZEBOM/AGÊNCIA BRASIL/JC
Estadão Conteúdo
Em entrevista coletiva concedida nesta sexta-feira após participar da reunião do Conselho Deliberativo da Sudene, no Recife, o presidente Jair Bolsonaro comentou sobre a entrevista do ministro da Economia, Paulo Guedes à revista semanal Veja, na qual disse que deixará o governo caso a reforma da Previdência não seja aprovada.
"Paulo Guedes está no direito dele. Ninguém é obrigado a ficar como ministro meu.", disse o presidente da República.
E, na linha defendida por seu ministro da Economia, voltou a dizer que sem a reforma previdenciária "será o caos na economia". "Tenho certeza que todos os governadores torcem pela aprovação da reforma", destacou ainda.
Quando questionado sobre sua alta rejeição no Nordeste, o presidente respondeu de forma dura. "Faça uma pergunta mais inteligente."
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia