Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quinta-feira, 16 de maio de 2019.

Jornal do Comércio

Política

COMENTAR | CORRIGIR

investigação

Alterada em 16/05 às 12h45min

Se houver provas robustas contra Flávio Bolsonaro, Senado vai avaliar, diz Costa

Estadão Conteúdo
O líder do PT no Senado, Humberto Costa (PE), afirmou que a Casa poderá discutir as denúncias envolvendo o senador Flávio Bolsonaro (PSL-RJ), filho do presidente Jair Bolsonaro, se as investigações do Ministério Público do Rio avançarem para "provas robustas". Além disso, o petista reconheceu que há "cautela" entre os parlamentares ao abordarem o assunto.
"Sempre quando esses assuntos envolvem alguém do Senado, há uma certa cautela no tratar essas questões", disse Costa, nesta quinta-feira (16) em entrevista coletiva. "À medida em que, de fato, existam provas robustas de que possa ter alguma irregularidade de qualquer prática de senador, aí sim, o Senado se manifesta", afirmou, lembrando que o caso poderia ir para o Conselho de Ética da casa em caso de "algum deslize ético ou quebra de decoro".
Na semana que vem, o PT no Senado deve discutir a situação envolvendo Flávio. Ainda não há uma decisão sobre como o assunto seria encaminhado na Casa.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia