Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quarta-feira, 03 de abril de 2019.
Dia do Atuário.

Jornal do Comércio

Política

COMENTAR | CORRIGIR

Governo Federal

Alterada em 03/04 às 15h16min

Pelo Twitter, Bolsonaro sai em defesa da PEC do Novo Pacto Federativo

Para Bolsonaro, a revisão no pacto federativo aproximará a população

Para Bolsonaro, a revisão no pacto federativo aproximará a população


MAURO PIMENTEL/AFP/JC
Estadão Conteúdo
Enquanto o ministro da Economia, Paulo Guedes, fala sobre a necessidade de reforma da Previdência na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara dos Deputados, o presidente Jair Bolsonaro tuitou em defesa de outra Proposta de Emenda Constitucional (PEC) apoiada por Guedes, a do Novo Pacto Federativo.
O presidente lembrou que "o ministro Paulo Guedes se reuniu com membros da Frente Parlamentar Mista em Defesa do Novo Pacto Federativo" na terça-feira (2). Bolsonaro defendeu a PEC argumentando que "cada Estado e município é o maior conhecedor de sua necessidade". Para Bolsonaro, a revisão no pacto federativo aproximará a população de governadores, prefeitos e deputados. "Todos ganham! Mais Brasil, menos Brasília!", concluiu o presidente.
O debate em torno da PEC do pacto federativo foi lançado por Guedes em entrevista ao Grupo Estado no mês passado. O ministro defendeu que o Orçamento deve estar sob controle dos políticos. "É a desvinculação, a desindexação, a desobrigação e a descentralização dos recursos das receitas e das despesas", disse Guedes na ocasião.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia