Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, domingo, 24 de março de 2019.

Jornal do Comércio

Política

COMENTAR | CORRIGIR

Operação Lava Jato

Alterada em 24/03 às 10h41min

Temer passa fim de semana sem visitas e recebe livro

Estadão Conteúdo
Diferente das primeiras 24 horas, quando recebeu visitas de amigos e aliados, o ex-presidente Michel Temer passou o sábado sozinho na cela onde cumpre prisão preventiva, na Superintendência da Polícia Federal no Rio de Janeiro. O mesmo deve acontecer neste domingo (24). Segundo a PF, as visitas são permitidas apenas de segunda a sexta-feira, em horários previamente determinados.
O emedebista recebeu um livro sobre Winston Churchill, primeiro-ministro britânico durante a Segunda Guerra Mundial. A publicação foi entregue na portaria do prédio pelo advogado Gustavo Guedes, que já defendeu Temer no Supremo Tribunal Federal. Guedes tentou visitar o ex-presidente mas foi impedido.
Na sexta-feira (22), Temer recebeu a visita do advogado e amigo pessoal, Antonio Cláudio Mariz de Oliveira e do ex-ministro da Secretaria de Governo, Carlos Marun (MDB-MS). Ambos disseram que o emedebista demonstra sinais de abatimento.
O ex-presidente deve ficar permanecer preso até pelo menos quarta-feira, dia em que a 1.ª Turma do Tribunal Federal da 2.ª Região (TRF2) julgará os habeas corpus ajuizados por Temer, Moreira Franco e outros detidos na semana passada, entre eles João Baptista Lima Filho e sua mulher, Maria Rita Fratezi.
A desembargadora Simone Schreiber, plantonista do TRF2, acatou ontem habeas corpus impetrado pela defesa de Rodrigo Castro Alves Neves. Ele foi um dos alvos da operação Descontaminação que tiveram prisão temporária decretada por Bretas.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia