Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quinta-feira, 10 de janeiro de 2019.

Jornal do Comércio

Política

COMENTAR | CORRIGIR

Procuradoria-Geral da República

Edição impressa de 11/01/2019. Alterada em 11/01 às 01h00min

PGR pede ao STF continuidade de investigação sobre ministro do TCU

A procuradora-geral da República, Raquel Dodge, pediu, nessa quarta-feira, ao Supremo Tribunal Federal (STF) que seja retomada uma investigação contra o ministro do Tribunal de Contas da União (TCU) Augusto Nardes.
De acordo com a Procuradoria-Geral da República (PGR), o processo, que corre em segredo de justiça, apura se Nardes se valeu cargo para a obtenção de vantagens ilícitas. Um inquérito sobre o caso foi aberto em março de 2018, com base em depoimentos de colaboradores.
Segundo Raquel Dodge, entretanto, desde setembro uma petição do Ministério Público Federal (MPF) no processo aguarda resposta. A procuradora destacou que diligências policiais já realizadas confirmaram afirmações dos colaboradores e que há "elementos probatórios robustos", segundo nota divulgada pela Procuradoria-Geral da República.
Na manifestação encaminhada ao STF, ela diz que "o completo esclarecimento dos fatos ainda demanda novas diligências, e, assim, a continuidade das investigações se apresenta necessária".
A defesa do ministro Augusto Nardes tem negado qualquer irregularidade e diz estar disponível para qualquer esclarecimento necessário.
 
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia