Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quarta-feira, 26 de dezembro de 2018.

Jornal do Comércio

Política

COMENTAR | CORRIGIR

transição no planalto

Alterada em 26/12 às 10h07min

Bolsonaro diz que fará rígido controle de concessões via Lei Rouanet

Presidente declarou em sua conta no Twitter que há "desperdícios de recursos"

Presidente declarou em sua conta no Twitter que há "desperdícios de recursos"


EVARISTO SA/AFP/JC
Estadão Conteúdo
Em sua conta pessoal no Twitter, o presidente eleito, Jair Bolsonaro (PSL), disse na manhã desta quarta-feira (26), que sua administração irá exercer um rígido controle sobre as concessões feitas por meio da Lei Rouanet. Na avaliação do capitão da reserva, "há um claro desperdício" de recursos que poderiam ser aplicados em outras áreas.
Bolsonaro cita como exemplo o desembolso, em um único dia, pelo gerente de responsabilidade Sociocultural de Furnas, maior subsidiária da Eletrobras, de R$ 7,3 milhões para 21 entidades.
"Em 2019 iniciaremos rígido controle de concessões. Há claro desperdício rotineiro de recursos, que podem ser aplicados em áreas essenciais. Este mês, num só dia, o Gerente de Responsabilidade Sociocultural de Furnas autorizou via Lei Rouanet R$ 7,3 MILHÕES para 21 entidades", diz no post o presidente eleito. 
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia