Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quinta-feira, 20 de dezembro de 2018.

Jornal do Comércio

Política

COMENTAR | CORRIGIR

Transição no Planalto

Edição impressa de 20/12/2018. Alterada em 20/12 às 01h00min

Bolsonaro tem primeira reunião com seus 22 ministros

Encontro do presidente eleito com o corpo ministerial aconteceu na Granja do Torto e durou sete horas

Encontro do presidente eleito com o corpo ministerial aconteceu na Granja do Torto e durou sete horas


/GOVERNO DE TRANSIÇÃO/AGÊNCIA BRASIL/JC

O presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) passou cerca de sete horas durante o dia de ontem em uma primeira reunião geral com seu ministério, após a definição de todos os 22 ministros que comporão o novo governo. Após o encontro, Bolsonaro deixou a Granja do Torto sem falar com a imprensa. Acompanhado de forte esquema de segurança, ele se dirigiu para a Base Aérea de Brasília, de onde embarcou para o Rio de Janeiro.

Além do presidente eleito, nenhum dos integrantes do futuro governo quis falar com jornalistas ao deixar o encontro, cujo objetivo seria discutir a organização e as metas de cada pasta. Com duração de mais de sete horas, a reunião foi a primeira desde que Bolsonaro finalizou todas as indicações para os ministérios.

Bolsonaro e os futuros ministros não falaram nem mesmo sobre a decisão do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Marco Aurélio Mello, de revogar a possibilidade de prisão em segundo grau. 

Sem dar detalhes, o vice-presidente eleito, general Hamilton Mourão (PRTB), afirmou, no Twitter, que a primeira reunião ministerial do futuro governo foi "imensamente proveitosa" e que foram apresentadas as primeiras ações dos futuros ministérios. "Imensamente proveitosa a reunião de hoje, quando foram apresentadas as primeiras ações de cada ministério do novo governo, a partir de 2019", escreveu Mourão na rede social.

COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia