Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, sexta-feira, 14 de dezembro de 2018.
Dia Nacional do Ministério Público.

Jornal do Comércio

Política

COMENTAR | CORRIGIR

Transição no Planalto

Alterada em 14/12 às 09h11min

Bolsonaro diz que vai tentar doar sobra de campanha a instituições beneficentes

Presidente eleito manifestou o desejo de não prender ao partido o valor remanescente

Presidente eleito manifestou o desejo de não prender ao partido o valor remanescente


EVARISTO SA/AFP/JC
Estadão Conteúdo
O presidente eleito, Jair Bolsonaro (PSL), afirmou na manhã desta sexta-feira (14), via Twitter, que vai continuar tentando doar as sobras de campanha a instituições de caridade. "Diante da possibilidade, continuamos fazendo gestões para viabilizar a doação do restante dos recursos arrecadados em campanha não utilizados (mais de R$ 1 milhão) a instituições beneficentes ao invés deste valor ficar preso ao partido. Mais uma vez agradeço aos que contribuíram!", escreveu o presidente eleito na conta dele no Twitter.
Logo após ser eleito, Bolsonaro havia dito que pretendia doar o dinheiro que não foi gasto na campanha à Santa Casa de Juiz de Fora (MG), que o atendeu após a facada que levou em 6 de setembro. A lei eleitoral, no entanto, não permite tal operação. Bolsonaro apresentou então uma emenda destinando R$ 2 milhões para o hospital.
Começou-se então, via redes sociais, uma campanha espontânea para doação à instituição mineira. Na última segunda-feira (10), o valor arrecadado somava mais de R$ 1,3 milhão.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia