Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quarta-feira, 12 de dezembro de 2018.

Jornal do Comércio

Política

COMENTAR | CORRIGIR

transição no planalto

Edição impressa de 12/12/2018. Alterada em 12/12 às 01h00min

Bancada do PSD manifesta apoio a projetos de Jair Bolsonaro

Integrantes da bancada de deputados federais do PSD se reuniram na tarde de ontem com o presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL), em Brasília. Segundo o líder do partido na Câmara, Domingos Neto (CE), a bancada deverá atuar de forma independente no Legislativo, mas tende a apoiar os principais projetos do futuro governo.
"Na grande maioria (da bancada), existe um sentimento de acompanhar (as principais propostas de Bolsonaro), em tese, mas como essas propostas ainda não estão no papel, são pontuais as divergências. No geral, existem muito mais causas que nos aproximam do que causas que nos afastam. Isso é evidente na nossa bancada", afirmou.
A partir da próxima legislatura, no ano que vem, o PSD terá a quinta maior bancada na Câmara, com 34 deputados. Um apoio formal do partido ao governo Bolsonaro dependerá ainda de uma aprovação da Executiva Nacional da legenda, reforçou Domingos Neto.
Bolsonaro tem se reunido com as principais bancadas partidárias do Congresso Nacional. Já ocorreram reuniões com MDB, PSDB, PR e PRB. Nos próximos dias, o presidente eleito ainda deve conversar com Pros, Podemos, além de integrantes do seu próprio partido, o PSL. "O presidente disse que boa parte das reformas e projetos que ele deseja fazer para o Brasil, para melhorar a economia (...), vai precisar do apoio do Congresso. O que for bom para o Brasil vai contar com o apoio do PSD", acrescentou Domingos Neto.
 
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia