Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, terça-feira, 11 de dezembro de 2018.
Dia do Arquiteto. Dia do Engenheiro.

Jornal do Comércio

Política

COMENTAR | CORRIGIR

Governo do Estado

Edição impressa de 11/12/2018. Alterada em 11/12 às 01h00min

Piratini deposita R$ 2 mil em 1ª faixa salarial do Poder Executivo

O governo do Estado iniciou ontem o pagamento da folha de novembro, quitando os salários de servidores que ganham até R$ 2.000,00, o que representa 149.429 matrículas (43,5% do funcionalismo público vinculado ao Executivo). Para atender esta faixa salarial, a Secretaria Estadual da Fazenda (Sefaz) aplicou R$ 212,1 milhões, recursos provenientes do recolhimento do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS).
Também foram pagas ontem as indenizações pelo atraso da folha de outubro, no montante de R$ 2,1 milhões. Segundo a Sefaz, novos pagamentos dependerão do comportamento da receita ao longo desta semana. A folha líquida do mês passado fechou em R$ 1,255 bilhão para cerca de 343,7 mil vínculos entre ativos, inativos e pensionistas.
Na última quinta-feira, a Fazenda realizou o repasse das chamadas consignações ainda relacionadas à folha do mês de outubro, o que representou R$ 180 milhões. Dois dias antes, houve o pagamento integral dos salários de novembro para os servidores das fundações. São cerca de 5.200 contratos regidos pela CLT (Consolidação das Leis do Trabalho) e que sempre recebem seus vencimentos integrais no segundo dia útil de cada mês.
 
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia