Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, terça-feira, 30 de outubro de 2018.
Dia do Comerciário. Dia do Balconista.

Jornal do Comércio

Política

COMENTAR | CORRIGIR

manifestações

Edição impressa de 30/10/2018. Alterada em 30/10 às 01h00min

Grupos a favor e contra a eleição de Jair Bolsonaro protestam na USP

Dois grupos protestaram nesta segunda-feira na Universidade de São Paulo (USP). Cerca de mil alunos da Faculdade de Filosofia e História fizeram uma caminhada num dos trechos do campus contra a eleição de Jair Bolsonaro (PSL). Ao mesmo tempo, cerca de 30 jovens apoiadores do presidente eleito reagiram também numa caminhada, mas em outra parte da cidade universitária. A Polícia Militar acompanhou os alunos à distância.

Os dois grupos negociaram com os policiais por onde seguiriam em caminhada. Os alunos favoráveis a Bolsonaro, antes da caminhada, fizeram uma roda e pregaram o slogan de Bolsonaro: "Brasil acima de tudo, Deus acima de todos". Alguns estavam com bandeiras e usavam camisetas com o nome do presidente eleito. Já o grupo contrário à eleição de Bolsonaro se reuniu dentro da faculdade de filosofia antes de seguir em marcha pelas ruas do campus. Alguns usavam máscaras e seguravam faixas "contra o fascismo".

O deputado estadual eleito pelo PSL Douglas Garcia liderou os discursos do ato da direita estudantil. "Vou lutar todo dia para vocês terem liberdade de expressão. Para vocês, estudantes da USP, poderem vir com a camiseta do Bolsonaro. E quando eu entrar na Assembleia de São Paulo vou fazer uma CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) em cima desses movimentos canalhas com participação na USP", disse.

COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia