Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quinta-feira, 25 de outubro de 2018.

Jornal do Comércio

Política

COMENTAR | CORRIGIR

eleições 2018

Edição impressa de 25/10/2018. Alterada em 25/10 às 01h00min

Polícia Federal investiga crimes eleitorais em SP, MG e RS

Tendo por base acompanhamentos feitos nas redes sociais, a Polícia Federal (PF) deflagrou ontem a Operação Olhos de Lince, com o objetivo de coibir crimes relacionados às eleições. Entre os crimes apurados estão os de violação do sigilo do voto e de incitação ao homicídio.
Ao todo, nove ações foram cumpridas de forma simultânea: quatro mandados de busca e apreensão em São Paulo e Sorocaba (SP), em Uberlândia (MG), e em Caxias do Sul (RS).
Também foram expedidos cinco Termos Circunstanciados de Ocorrência (registros de infração de menor potencial ofensivo), com a intimação de investigados Juiz de Fora e Varginha (MG), Recife (PE) e Caxias do Sul.
"Para a identificação dos investigados foram utilizadas técnicas de reconhecimento facial, que, por meio de critérios científicos, permitem a realização de análises e comparações das características faciais, tais como cicatrizes, manchas e proporções, possibilitando a identificação de forma técnica e precisa dos suspeitos", informou, por meio de nota, a PF.
 
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia