Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, terça-feira, 16 de outubro de 2018.

Jornal do Comércio

Política

COMENTAR | CORRIGIR

eleições 2018

Edição impressa de 16/10/2018. Alterada em 15/10 às 19h34min

Ibope mostra Bolsonaro com 59% dos votos válidos e Haddad, 41%

No primeiro levantamento do Ibope sobre o segundo turno das eleições presidenciais, Jair Bolsonaro(PSL) aparece à frente de Fernando Haddad (PT). O deputado conta com 59% dos votos válidos, enquanto o petista tem o apoio de 41% dos consultados na pesquisa divulgada na noite de ontem.
A contagem, que exclui os brancos, nulos e indecisos como a Justiça Eleitoral faz no dia da eleição, confirma a onda conservadora que quase deu a vitória em primeiro turno ao presidenciável do PSL. No primeiro turno, Bolsonaro teve 46% dos votos válidos e Haddad, 29%.
Levando em conta o eleitorado total, Bolsonaro aparece à frente por 52% a 37%. Há ainda 9% que hoje pretendem anular ou votar em branco, e 2% que não souberam responder.
A pesquisa do Ibope também mostrou rejeição maior a Haddad do que ao militar. Em relação a Haddad, 47% dos entrevistados responderam que não o escolheriam em nenhuma hipótese, e 28% disseram que votariam nele com certeza.
Sobre Bolsonaro, 35% afirmaram que não o escolheriam sob hipótese alguma, enquanto 41% disseram que certamente votariam nele.
A sondagem do Ibope, de âmbito nacional, ouviu 2.506 eleitores entre os dias 13 e 14 de outubro. A margem de erro da pesquisa, contratada pela TV Globo e pelo jornal O Estado de São Paulo,é de dois pontos percentuais para mais ou para menos, e o levantamento tem o registro BR-01112/2018 no Tribunal Superior Eleitoral (TSE). O nível de confiança é de 95%.
O mercado financeiro adotou postura otimista nesta segunda-feira, de espera por nova pesquisa eleitoral. A Bolsa brasileira avançou, enquanto o dólar caiu mais de 1%, também apoiados pelo mercado externo.
"Abrimos a semana com expectativas otimistas para os ativos nacionais, tendo como pano de fundo a continuidade da leitura de que Fernando Haddad (PT) dificilmente conseguirá 'virar o jogo' contra Jair Bolsonaro (PSL) na corrida presidencial", escreveu a H. Commcor em relatório.
JC
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia