Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quinta-feira, 11 de outubro de 2018.
Dia Internacional do Combate à Obesidade.

Jornal do Comércio

Política

COMENTAR | CORRIGIR

Investigação

Alterada em 11/10 às 15h54min

Defesa consegue liminar para soltar Marconi Perillo

Ex-governador de Goiás foi preso na quarta, enquanto prestava depoimento a operação Cash Delivery

Ex-governador de Goiás foi preso na quarta, enquanto prestava depoimento a operação Cash Delivery


WILSON DIAS/ABR/JC
Folhapress
A defesa do ex-governador de Goiás, Marconi Perillo (PSDB), conseguiu uma decisão liminar no Tribunal Regional Federal para sua liberdade. Perillo foi preso na quarta-feira (10) enquanto prestava depoimento a operação Cash Delivery.
A investigação trata do pagamento de propinas em campanhas eleitorais. Perillo disputou a eleição para o Senado no último domingo (7), mas não se elegeu. Ficou em quinto lugar, com 7,55% dos votos dos goianos.
A defesa considerou a prisão "ilegal, arbitrária e infundada". O advogado dele, Antônio Carlos Almeida, conhecido como Kakay, se disse indignado.
"O novo decreto de prisão é praticamente um 'cópia e cola' de outra decisão de prisão já revogada por determinação do TRF-1", afirma uma nota enviada pela defesa.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia