Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, terça-feira, 25 de setembro de 2018.
Dia do Trânsito.

Jornal do Comércio

Política

COMENTAR | CORRIGIR

Câmara de Porto Alegre

Edição impressa de 25/09/2018. Alterada em 24/09 às 22h02min

Aprovada inclusão de avenida às obras da Copa

Diego Nuñez
A inclusão da avenida Ernesto Neugebauer ao conjunto de obras previsto para Copa do Mundo de 2014 foi aprovada ontem pela Câmara da Capital. O projeto do prefeito Nelson Marchezan Júnior (PSDB) acrescenta a avenida da Zona Norte no empréstimo de R$ 461.923.415,52 realizado junto à União através da Lei nº 11.395, de 27 de dezembro de 2012.
A apreciação da proposta foi possível após uma inversão na ordem dos trabalhos, requerida pelo vereador João Carlos Nedel (PP), que compõe a base, em detrimento do projeto que revisa a planta de valores do Imposto sobre Propriedade Predial e Territorial Urbana (IPTU). A inversão de pauta inclusive foi um dos temas debatidos na reunião do prefeito com o presidente da Câmara, Valter Nagelstein (MDB). "Eu havia proposto semana passada, vendo que havia o impasse do IPTU e que a Câmara precisa avançar em outros projetos. Cabe aos líderes fazer, mas meu interesse como presidente é destravar a pauta da Câmara. É fazer votar". A conversa também permeou outros pontos, como o processo de impeachment à Marchezan, que tramita na casa e "não é uma decisão do presidente, e sim do plenário", segundo o vereador.
A proposta aprovada ontem coloca a reforma da Ernesto Neugebauer junto a outras 10 obras: corredores de ônibus da Terceira Perimetral, das avenidas Tronco, Voluntários da Pátria, Padre Cacique, Bento Gonçalves, Protásio Alves, João Pessoa, avenida Severo Dullius, complexo da Rodoviária e monitoramento de vias.
Os mais de R$ 460 milhões do empréstimo da União virão de recursos transferidos pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (Bndes), através da Caixa Econômica Federal (CEF) ou Banco do Brasil. As obras da Ernesto Neugebauer estão orçadas em R$ 50,6 milhões.
Na justificativa do projeto, o prefeito alerta para o "fato da CEF condicionar à liberação dos recursos financeiros a adequação do incluso projeto às suas normativas". Líder do governo, Moisés Barboza (PSDB) disse que a base decidiu inverter a ordem de votações pois "a tendência (na votação do IPTU) é alguns ânimos se exaltarem, podendo contaminar essa pauta, que é simples". E reconheceu que "cada vez mais difícil para que o IPTU valha no ano que vem", pois deve ser aprovado até no máximo o final deste mês.
 
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia