Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, sexta-feira, 21 de setembro de 2018.
Dia da Árvore. Dia do Radialista e do Fazendeiro.

Jornal do Comércio

Política

COMENTAR | CORRIGIR

Eleições 2018

Edição impressa de 21/09/2018. Alterada em 20/09 às 22h03min

Fact-checking: Cinco informações apuradas pelo Truco no RS

Truco e Filtro Fact-checking
1. Escolas públicas concentram 80% das vagas
Em entrevista ao Jornal do Comércio, Eduardo Leite (PSDB) mencionou a baixa proporção de vagas na educação básica na rede privada para argumentar que não há oferta suficiente para que o governo "compre" tais vagas - como ocorre no Ensino Superior, por meio do ProUni. Ele está certo. Segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), 18,5% dos estudantes da educação básica no Brasil estavam em instituições privadas em 2017, logo 81,5% estavam na rede pública.

2. Cerca de 60 cidades do RS não têm acesso asfáltico
O programa de governo registrado por Jairo Jorge (PDT) no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) propõe estabelecer um cronograma de obras "para expansão da cobertura asfáltica no estado do Rio Grande do Sul, onde ainda há 62 municípios sem acesso asfáltico". Segundo levantamento da Secretaria de Transportes consolidado em junho, 65 cidades não têm rotas de entrada pavimentadas. Como o número citado por Jairo Jorge está dentro de uma margem pequena de variação, o Truco nos Estados classificou a frase como "verdadeira".

3. Pequenos hospitais estão em crise no SUS
Durante o Painel ARI, Mateus Bandeira (Novo) disse que hospitais com menos de 30 leitos não conseguem se sustentar com os repasses do Sistema Único de Saúde (SUS). É fato que 82 hospitais com menos de 30 leitos do Estado atravessam dificuldades para manter os serviços na rede pública. Ainda, a política do governo federal nos últimos anos têm priorizado transformar essas instituições em Pronto Atendimentos de Urgência (PADUs).

4. Ensino técnico reduz reincidência de jovens infratores
Em entrevista ao Jornal do Comércio, José Ivo Sartori (MDB) disse que somente oito a cada 100 jovens infratores que participaram de um programa que oferece cursos profissionalizantes pelo Centro de Integração Empresa-Escola (CIEE) retornavam ao crime. O dado é confirmado pela Fundação de Atendimento Sócio-Educativo (Fase). Entre os não vinculados ao programa, a taxa de reincidência é quatro vezes maior: 32%.

5. Cerca de 30% dos presos no RS são provisórios
Também para o Jornal do Comércio, Miguel Rossetto (PT) afirmou que 50% dos encarcerados no RS não têm sentença definitiva. O petista exagerou. Conforme a assessoria do candidato, ele se baseou em dados do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) de 2014. "Na ausência de dados atualizados, trabalhamos com o estimado de 50%", diz a nota. Porém, o CNJ aponta que 34,5% da população carcerária do RS é de presos provisórios, ou seja, ainda não condenados. De acordo com a Superintendência de Serviços Penitenciários (Susepe), atualmente há 40.081 presos no RS, sendo 13.693 provisórios - 34,1% do total.
Estas checagens fazem parte do Truco nos Estados, projeto da Agência Pública que tem o Filtro Fact Checking, da ONG Pensamento, como parceiro no RS. Acompanhe em apublica.org/trucoRS e pensamento.org
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia