Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, sexta-feira, 31 de agosto de 2018.
Dia do Nutricionista.

Jornal do Comércio

Política

COMENTAR | CORRIGIR

eleições 2018

Alterada em 31/08 às 21h22min

Rosa Weber diz que 'pessoalmente' faria julgamento na próxima semana

Estadão Conteúdo
Por maioria, os ministros do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) decidiram seguir com o julgamento do pedido de registro do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), que deve avançar noite adentro.
A discussão dos ministros envolvendo o pedido da defesa de Lula, que queria a abertura de um prazo de ao menos 48 horas para alegações finais, expôs as divisões internas da Corte eleitoral
"Pessoalmente, eu faria este julgamento terça ou quinta, mas não é a posição prevalecente", disse a ministra Rosa Weber na sessão plenária, ressaltando que se curvava à decisão do colegiado.
Conforme informou nesta sexta-feira o jornal O Estado de S. Paulo, a controvérsia jurídica em torno da candidatura de Lula expôs as divisões internas do TSE. Em lados opostos estão a presidente da Corte Eleitoral, ministra Rosa Weber, e o relator do caso, ministro Luís Roberto Barroso.
Enquanto Rosa defende o respeito a ritos e prazos no processo de tramitação do registro de Lula, Barroso busca uma resposta rápida para a situação do ex-presidente. O gabinete de Barroso trabalhou até as 7h da manhã desta sexta-feira para concluir os trabalhos.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia