Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, terça-feira, 21 de agosto de 2018.

Jornal do Comércio

Política

COMENTAR | CORRIGIR

eleições 2018

Edição impressa de 21/08/2018. Alterada em 21/08 às 01h00min

Ex-presidente Lula chega a 37,3% de intenções de voto

O ex-presidente da República Luiz Inácio Lula da Silva (PT) alcançou 37,3% das intenções de voto, segundo pesquisa do instituto MDA em parceria com a Confederação Nacional do Transporte (CNT) divulgada ontem. Mesmo condenado no âmbito da Operação Lava Jato e preso, o petista continua crescendo na preferência eleitoral e saltou de 32,4%, em maio, para 37,3% neste momento. Atrás de Lula, aparecem Jair Bolsonaro (PSL), com 18,8%, e Marina Silva (Rede), com 5,6%.
O candidato do PSDB à presidência, Geraldo Alckmin, está em quarto lugar no levantamento, com 4,9% das intenções. Ciro Gomes, do PDT, aparece atrás do tucano, com 4,1%. Depois deles, a pesquisa ainda registra Alvaro Dias (Pode), com 2,7%, e Guilherme Boulos (PSOL), com 0,9%.
O candidato do Novo, João Amôedo, tem 0,8%, mesmo percentual de Henrique Meirelles (MDB). Já o candidato do Patriota, Cabo Daciolo, teve 0,4%; seguido de Vera, do PSTU, com 0,3%; João Goulart Filho (PPL), com 0,1%; e José Maria Eymael (DC), com 0,0%.
O número de pessoas que mostraram intenção de votar branco ou nulo está em 14,3%. Os indecisos representam 8,8% dos entrevistados.
A pesquisa não considerou um cenário sem a participação do ex-presidente Lula.
Na pesquisa espontânea, na qual os entrevistados não recebem os nomes dos candidatos previamente, Lula também lidera, com 20,7%; Bolsonaro segue em segundo, com 15,1%; e Geraldo Alckmin aparece em terceiro, com 1,7%. Nesse cenário, aparecem, ainda, Alvaro Dias, com 1,3%; e Marina Silva, com 1,1%. Ainda houve o registro de 1,4% de intenções em "outros". Brancos e nulos têm 18,1%, e indecisos alcançam 39%.
Essa edição da pesquisa da CNT/MDA está registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o número BR-09086/2018. Foram realizadas 2.002 entrevistas em 137 municípios de 25 unidades da Federação entre os dias de 15 e 18 de agosto. A margem de erro é de 2,2 pontos percentuais, considerando o nível de confiança de 95%.

Petista venceria em todos os cenários de 2º turno possíveis

A pesquisa também mostra que, mesmo preso, o ex-presidente da República Luiz Inácio Lula da Silva (PT) lidera em todos os cenários de segundo turno testados.

Em um eventual segundo turno entre Lula e Jair Bolsonaro (PSL), por exemplo, o petista registra 50,1% da preferência do eleitorado, contra 26,4% do deputado federal. Nessa disputa, os brancos e nulos alcançariam 19,1%, e os indecisos seriam 4,4%. Contra Marina Silva (Rede), Lula tem 49,8%, e a ex-ministra do Meio Ambiente fica com 18,8%.

Já contra Geraldo Alckmin (PSDB), Lula pontua 49,5%, e o tucano registra 20,4%. Lula também sai como vencedor contra Ciro Gomes (PDT): o ex-presidente tem 49,4%, e Ciro fica com 18,5%.

Em um segundo turno sem Lula, Bolsonaro teria empates técnicos: contra Marina, ele atinge 29,3% contra 29,1%. Contra Alckmin, Bolsonaro tem 29,4% e o tucano, 26,4%. Contra Ciro, Bolsonaro alcança 29,4%, e o pedetista tem 28,2%.

COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia