Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, segunda-feira, 30 de julho de 2018.

Jornal do Comércio

Política

COMENTAR | CORRIGIR

Eleições 2018

Edição impressa de 30/07/2018. Alterada em 29/07 às 22h58min

Disputa para o Senado tem nove candidatos

Bruna Suptitz
A menos de uma semana do fim das convenções partidárias, o cenário eleitoral aponta nove nomes na disputa pelas duas vagas ao Senado no Rio Grande do Sul. A definição mais recente é de Sandra Weber (SD), que concorrerá ao cargo pela coligação do candidato ao governo Jairo Jorge (PDT). Ela é ex-vice-prefeita de São Gabriel.
Além de Sandra, outros três concorrentes já tiveram suas candidaturas confirmados em convenção: Beto Albuquerque (PSB), na coligação que deve confirmar a candidatura à reeleição de José Ivo Sartori (MDB); e Romer Guex (PSOL) e Cléber Santos (PCB), candidatos na coligação de Roberto Robaina (PSOL).
A relação com os postulantes ao Senado segue com nomes já confirmados pela direções partidárias, mas que serão corroborados nas convenções até o próximo domingo, como os dos atuais senadores Ana Amélia Lemos (PP), da coligação encabeçada por Luis Carlos Heinze (PP), e Paulo Paim (PT), da chapa de Miguel Rossetto (PT), além de Everlei Martins (PCdoB), da chapa de Abigail Pereira (PCdoB), e Mário Bernd (PPS), que apoia Eduardo Leite (PSDB).
Ainda não confirmado, o ex-prefeito de Porto Alegre José Fogaça (MDB) será a indicação do partido na convenção do próximo domingo, assegura o presidente estadual da sigla Alceu Moreira. Fogaça, que comporá a chapa com Beto, passou a ser cogitado após a desistência do ex-governador Germano Rigotto (MDB).
O Pros, que apoia a pré-candidatura de Heinze, definiu em sua convenção a indicação de Paulo Bogado para a disputa ao lado de Ana Amélia. Contudo, o presidente estadual do PP, Celso Bernardi, informa que a posição do partido é definir, na convenção do próximo sábado, por candidatura única ao Senado, apostando na reeleição de Ana Amélia.
Com isso, Bogado será o segundo nome preterido da disputa neste período de pré-campanha: o ex-prefeito de Porto Alegre José Fortunati (PSB) também tinha intenção de concorrer, mas não conseguiu maioria no partido para defender a indicação de dois nomes - o seu e o de Beto - ao cargo.
Neste final de semana, também aconteceram as convenções que confirmaram as indicações do atual vice-governador José Paulo Cairoli (PSD) para o mesmo cargo na coligação com o MDB, e Cláudio Bier (PV) como vice de Jairo Jorge.
Nas outras convenções do final de semana, o PPL confirmou apoio a Jairo e o DC a Sartori. O atual governador, cuja coligação conta, até agora, com nove partidos, deve receber hoje a confirmação de apoio do PR na convenção da sigla - indicativo apontado pelo presidente estadual, Giovani Cherini - e se consolidar como a chapa com maior número de aliados na disputa ao Palácio Piratini, somando 10 legendas. Outras 20 convenções serão realizadas até o próximo domingo. Confira abaixo na tabela:
{'nm_midia_inter_thumb1':'https://www.jornaldocomercio.com/_midias/png/2018/07/29/206x137/1_calendario_de_convencoes-8418943.png', 'id_midia_tipo':'2', 'id_tetag_galer':'', 'id_midia':'5b5e6f6067ed5', 'cd_midia':8418943, 'ds_midia_link': 'https://www.jornaldocomercio.com/_midias/png/2018/07/29/calendario_de_convencoes-8418943.png', 'ds_midia': 'calendário de convenções partidárias', 'ds_midia_credi': ' ', 'ds_midia_titlo': 'calendário de convenções partidárias', 'cd_tetag': '1', 'cd_midia_w': '527', 'cd_midia_h': '800', 'align': 'Left'}
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia