Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quarta-feira, 18 de julho de 2018.

Jornal do Comércio

Política

COMENTAR | CORRIGIR

Congresso Nacional

Edição impressa de 18/07/2018. Alterada em 18/07 às 01h00min

Cassação de Maluf deve voltar a ser discutida na Câmara em agosto

A Câmara dos Deputados deve voltar a debater a situação do deputado Paulo Maluf (PP-SP) logo após o fim do recesso parlamentar, marcado para 1 de agosto. O presidente da Casa, Rodrigo Maia (DEM-RJ), agendou para 7 de agosto uma reunião da Mesa Diretora sobre a cassação do deputado, que teve sua prisão decretada em dezembro de 2017 e hoje cumpre prisão domiciliar.

Maluf foi condenado pelo Supremo Tribunal Federal (STF) a uma pena de 7 anos, 9 meses e 10 dias por lavagem de dinheiro desviado durante a sua gestão como prefeito de São Paulo. Os ministros da Corte argumentaram que o regime fechado era incompatível com o exercício do mandato de deputado federal e, por isso, pediram para que a Mesa da Câmara declarasse a perda da função, mas desde então a análise dessa situação vem sendo adiada. Por enquanto, as sanções impostas pela Câmara a Maluf foram financeiras, como a retirada do direito ao apartamento funcional, do salário e da verba de gabinete.

COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia