Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quarta-feira, 27 de junho de 2018.

Jornal do Comércio

Política

COMENTAR | CORRIGIR

relações exteriores

Notícia da edição impressa de 27/06/2018. Alterada em 27/06 às 01h00min

Vice de Trump apoia Brasil na acolhida a venezuelanos

 Temer e Mike Pence debateram processo migratório da Venezuela

Temer e Mike Pence debateram processo migratório da Venezuela


/SERGIO LIMA/AFP/JC

Em visita ao Brasil nesta terça-feira, o vice-presidente dos Estados Unidos, Mike Pence, demonstrou apoio ao governo brasileiro no trabalho feito com os imigrantes venezuelanos. Nesta quarta-feira, o vice de Donald Trump visitará uma casa de acolhida de refugiados, em Manaus, e deve ir também a algum território na fronteira do Brasil com a Venezuela.

"Minha mulher, Karen, e eu iremos conhecer esses imigrantes amanhã (hoje), mas pode ficar seguro que com você e os outros países do nosso hemisfério estaremos nos esforçando para restaurar a democracia na Venezuela", disse Pence ao presidente Michel Temer (MDB). Pence agradeceu também a acolhida e disse ainda que os Estados Unidos e o Brasil estavam unidos por "liberdade, segurança e fortes laços econômicos".

No encontro, realizado no Palácio do Planalto, Temer elogiou a democracia norte-americana e pediu a torcida dos Estados Unidos para o Brasil na Copa do Mundo: "Quero dizer ao senhor que assunto aqui no Brasil no momento é a Copa do Mundo, que está tomando todas as atenções. E nós estamos muito envolvidos nisso. Eu sei que os Estados Unidos não estão participando, mas certa e seguramente há muitos apaixonados e fãs do futebol, e até espero que, no final, os senhores possam até, se o Brasil chegar à final, que os senhores possam também torcer pelo nosso país", disse Temer.

COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia