Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quinta-feira, 12 de maio de 2022.
Dia da Enfermagem.
Porto Alegre,
quinta-feira, 12 de maio de 2022.

Opinião

Compartilhar

artigo

- Publicada em 20h08min, 11/05/2022.

Carnê do crediário voltou, mas é digital

Carlos Eduardo Benitez
O carnê do crediário, quem diria, voltou ao mercado. Só que agora com nova roupagem e totalmente digital, oferecendo mais uma oportunidade de meio de pagamento para os consumidores e uma forma de o varejo incrementar suas vendas. Com grande parte do universo de clientes com problemas ou dificuldades de crédito atualmente no Brasil, por excesso de endividamento, o varejo viu, no pagamento via carnê digital, uma maneira de fazer o setor voltar aos tempos áureos. Boa parte dos consumidores teve seus limites reduzidos mesmo utilizando o 'dinheiro de plástico' de maneira muito cuidadosa, como para contas do dia a dia da família. Gastos fora do essencial, como comprar um laptop ou uma TV nova, podem ser realizados com o sistema que leva no mercado financeiro o nome de 'Buy Now Pay Later' ou BNLP, 'Compre Agora e Pague Depois'.
O carnê do crediário, quem diria, voltou ao mercado. Só que agora com nova roupagem e totalmente digital, oferecendo mais uma oportunidade de meio de pagamento para os consumidores e uma forma de o varejo incrementar suas vendas. Com grande parte do universo de clientes com problemas ou dificuldades de crédito atualmente no Brasil, por excesso de endividamento, o varejo viu, no pagamento via carnê digital, uma maneira de fazer o setor voltar aos tempos áureos. Boa parte dos consumidores teve seus limites reduzidos mesmo utilizando o 'dinheiro de plástico' de maneira muito cuidadosa, como para contas do dia a dia da família. Gastos fora do essencial, como comprar um laptop ou uma TV nova, podem ser realizados com o sistema que leva no mercado financeiro o nome de 'Buy Now Pay Later' ou BNLP, 'Compre Agora e Pague Depois'.
Esta modalidade representa, em quase todos os aspectos, a mesma ideia do carnê, aquela caderneta que sintetizava o crediário em que o comprador acertava pagar para a loja em parcelas pelo produto que levou. Só que no BNPL quem está efetuando a compra não precisa nem ser cliente de uma instituição financeira, nem ter um limite pré-estabelecido pelos antigos sistemas para efetuar suas compras.
A novidade permite que pessoas que não têm acesso a um cartão de crédito consigam fazer uma compra parcelada. O pagamento das parcelas pode ser feito por boleto, transferência bancária e até Pix, o que faz o comprador evitar as longas filas do passado na época do auge dos carnês. A aprovação do crediário era efetuada pela própria loja e o varejista se incumbia da análise do risco da negociação - muitos equívocos foram cometidos por empresas do ramo, que não tinham o DNA do mercado financeiro. Nós, da BMP, estamos estruturando e oferecendo o Buy Now Pay Later para gigantes do varejo com o ecossistema de crédito digital adaptado às plataformas ou pontos de venda físicos destes varejistas, sendo que a análise de risco é feita por nossa instituição. Essa operação facilita muito a vida tanto do varejista quanto a do comprador. Em 2020, as compras feitas em lojas online no mundo usando o BNPL somaram quase US$ 100 bilhões.
O Brasil, sempre muito atento a novidades tecnológicas, certamente seguirá este mesmo caminho. Ainda mais em um ano de Copa do Mundo, que mexe com o coração dos brasileiros, o faz pensar em trocar de aparelhos eletrônicos e é tradicionalmente um período de bonança e alegria para o comércio. 
CEO da BMP
 
Comentários CORRIGIR TEXTO