Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, sexta-feira, 06 de maio de 2022.
Dia do Cartógrafo.
Porto Alegre,
sexta-feira, 06 de maio de 2022.

Opinião

Compartilhar

Artigo

- Publicada em 03h00min, 06/05/2022.

Empresa Júnior oportuniza inovação

Manoela Benetti
A inovação por meio da criação de empresas juniores se dá a partir da capacitação empresarial no ambiente acadêmico, que só acontece com a parceria das universidades, e sempre como um projeto de extensão. Essa atividade universitária funciona como uma opção ao estágio e à bolsa de iniciação científica e está amparada em um ecossistema nacional que garante a formação de uma cultura empresarial focada em resultados.
A inovação por meio da criação de empresas juniores se dá a partir da capacitação empresarial no ambiente acadêmico, que só acontece com a parceria das universidades, e sempre como um projeto de extensão. Essa atividade universitária funciona como uma opção ao estágio e à bolsa de iniciação científica e está amparada em um ecossistema nacional que garante a formação de uma cultura empresarial focada em resultados.
Fez aniversário de oito anos a Lei 13.267, de 6 de abril de 2016, que disciplina a criação e a organização dessas associações denominadas empresas juniores, com funcionamento perante instituições de ensino superior, no Brasil. O Movimento Empresa Júnior (MEJ) parte do objetivo de promover uma vivência empresarial a estudantes de graduação, formando empreendedores a partir do desenvolvimento de competências capazes de transformar o País.
As soluções empresariais oferecidas a partir de Empresas Juniores conferem competitividade ao mercado local, promovendo a redução de desigualdade, a partir do acesso a serviços mais baratos, fortalecendo a democracia. A existência de Núcleos representantes do movimento permite o desenvolvimento das capacidades pretendidas a partir da resolução de problemas e do atendimento a necessidades locais.
Em Porto Alegre e na Região Metropolitana, o Movimento é representado pelo Núcleo de Empresas Juniores de Porto Alegre (NEJ POA) por 38 empresas juniores ligadas a dez universidades (e outras cinco em processo de inserção), através do qual 600 estudantes de graduação estão recebendo uma formação empresarial por meio da execução de projetos de extensão universitária que atendem a demandas do mercado.
Em suas áreas específicas de conhecimento, ou seja, relacionadas aos cursos de graduação da universidade, eles abrem empresas ou começam a trabalhar naquelas já criadas e passam a ter uma vivência empresarial completa, exercendo atividades específicas e técnicas, além de participar da gestão interna em diferentes áreas da empresa. Em 2021, por meio de 800 projetos executados, essas empresas geraram R$ 2,1 milhões, montante reinvestido na formação desses empresários juniores e no fortalecimento do Movimento Empresa Júnior na Região, no Estado e no País.
Presidente Executiva do Núcleo de Empresas Juniores de Porto Alegre
Comentários CORRIGIR TEXTO