Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, sexta-feira, 07 de janeiro de 2022.
Porto Alegre,
sexta-feira, 07 de janeiro de 2022.

Opinião

Compartilhar

Editorial

- Publicada em 20h01min, 06/01/2022.

A importância do ecossistema de inovação no RS

Nos últimos anos, investimentos e projetos voltados à Tecnologia da Informação (TI) passaram a dominar as estratégias de desenvolvimento e consolidação de empresas, governos e instituições. A digitalização da economia é um processo irreversível e que ganha espaço a cada dia. Com a pandemia, foi acelerado. Assim, a adequação ao ambiente digital e o fomento a ações de inovação em diversas áreas tornaram-se essenciais.
Nos últimos anos, investimentos e projetos voltados à Tecnologia da Informação (TI) passaram a dominar as estratégias de desenvolvimento e consolidação de empresas, governos e instituições. A digitalização da economia é um processo irreversível e que ganha espaço a cada dia. Com a pandemia, foi acelerado. Assim, a adequação ao ambiente digital e o fomento a ações de inovação em diversas áreas tornaram-se essenciais.
No Rio Grande do Sul, os recentes investimentos em projetos de inovação seguem essa linha. Para 2022, a projeção da Secretaria Estadual de Inovação, Ciência e Tecnologia (SICT) é lançar editais na ordem de R$ 78 milhões, envolvendo aportes para as áreas de pesquisa e desenvolvimento de projetos. Esse esforço busca fazer com que o Estado se insira mais fortemente no mercado global da área, integrando nesse processo o poder público, universidades, empresas e a sociedade.
Pesquisa recente divulgada pelo Instituto Caldeira mostrou que os avanços nesse sentido já são visíveis, com o crescimento do número de startups gaúchas em operação, um total de 661 até dezembro de 2021 - eram 422 em 2019 -, prova da importância dos investimentos no fortalecimento do setor, que agrega valor, gera empregos e ajuda a movimentar a economia.
Nessa linha, o Estado se insere entre os principais ecossistemas de inovação do Brasil, com parques tecnológicos, incubadoras, aceleradoras, e hubs reconhecidos no mercado.
Polo de atração e de desenvolvimento de eventos na área, o Rio Grande do Sul se prepara ainda para sediar o South Summit 2022, um dos maiores eventos de inovação do mundo, que reunirá em Porto Alegre, no fim de março, empreendedores, investidores e corporações do segmento.
O evento, que pela primeira vez se transfere da Europa, trará oportunidades de negócios e investidores, colaborando para sedimentar o trabalho que vem sendo feito por aqui, e ajudando o Estado a firmar sua posição no mapa dos polos de inovação.
No Brasil, com o recente leilão do 5G, as possibilidades futuras se potencializam ainda mais, e a expectativa de maior alcance da tecnologia desencadeará o acesso a novas frentes, produtos e sistemas, melhorando conexões e acesso à internet. 
A aposta em inovação é um caminho sem volta. Os negócios estão vivendo um momento de transformação. É uma revolução contínua, na qual as empresas terão de se adaptar.
Comentários CORRIGIR TEXTO