Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, sexta-feira, 02 de julho de 2021.
Dia do Bombeiro Brasileiro.
Porto Alegre,
sexta-feira, 02 de julho de 2021.

Opinião

Compartilhar

Artigos

- Publicada em 03h00min, 02/07/2021.

Obras nas rodovias gaúchas?

Paulo Ricardo A. de Campos Velho
A missão dos servidores públicos é oferecer um serviço de qualidade para a sociedade gaúcha, fomentando o progresso do Estado. Mas, para que de fato o desenvolvimento ocorra, é preciso que haja condições favoráveis. Não basta apenas a existência de um Plano de Obras 2021-2022, que integra o Programa Avançar, apresentado pelo governo do Estado no início de junho.
A missão dos servidores públicos é oferecer um serviço de qualidade para a sociedade gaúcha, fomentando o progresso do Estado. Mas, para que de fato o desenvolvimento ocorra, é preciso que haja condições favoráveis. Não basta apenas a existência de um Plano de Obras 2021-2022, que integra o Programa Avançar, apresentado pelo governo do Estado no início de junho.
Para que os serviços saiam do papel e sejam executados 28 acessos municipais, 20 ligações regionais e 114 obras de restauração, em mais de 2,6 mil quilômetros de estradas, é necessário contar com a expertise da equipe do Daer, que possui mais de 80 anos de atuação e é responsável por importantes obras nas estradas gaúchas. Nossa missão é planejar, estudar, projetar, expedir normas, construir, operar e conservar as rodovias.
Porém, no atual cenário, não há condições de cumprir essas tarefas, uma vez que de 603 servidores efetivos (entre concursados, extranumerários e celetistas), 289 têm condições imediatas de aposentadoria. Portanto, quase metade dos servidores ativos pode sair a qualquer momento do Departamento.
E essas condições já foram, inclusive, alertadas recentemente em uma carta de sensibilização entregue à diretoria-geral do Daer e que será encaminhada à Secretaria de Logística e Transportes (Selt) e ao governo do Estado.
A preocupação vai muito além da desmotivação gerada pela falta de reposição salarial desde 2014 ou da concessão das promoções que são negadas desde 2012. É urgente a realização de concurso público para que sejam cumpridas as metas pretendidas pelo governo, sob pena de as obras não ocorrerem no prazo e nas intenções planejadas.
É nosso dever alertar que as condições de trabalho não condizem com as exigências do governo do Estado. Esperamos que o poder público e suas lideranças possam abrir um diálogo em busca de soluções conjuntas. Queremos construir um amanhã melhor para os servidores e para a sociedade gaúcha que tanto espera resultados de nós. Somos aliados e não adversários. Nossa causa é a mesma, pois queremos o melhor para o desenvolvimento do Rio Grande do Sul.
Engenheiro e presidente da Sociedade dos técnicos universitários do Daer
Comentários CORRIGIR TEXTO